HIV-AIDS: perguntas frequentes

SOBRE OS EXAMES

A cada site que fala sobre o assunto vemos um tipo de informação. Isso acontece porque eles foram escritos em tempos diferentes, uns quando os testes eram menos sensíveis (1ª e 2ª gerações) ou mesmo tipos de testes e laboratórios diferentes. A janela imunológica de um ano ou seis meses era para os primeiros testes. Hoje em dia temos testes rápidos de 3ª geração, com janela imunológica de 21 dias e testes rápidos de 4ª geração, com janela imunológica de 15 dias. Os testes convencionais têm janela imunológica de 29 dias (ELISA) e o PCR/NAT, com janela imunológica de 10 dias.

*”O profissionais de saúde deve esclarecer sobre o período de janela imunológica,que é o período entre a infecção e a conversão sorológica (15 dias)” Atendimento Inicial HIV, Ctba 2007,Pág 13 – sitesms.curitiba.pr.gov.br/saude/sms/protocolos/protocolo%20aids.pdf ;

*”O teste rápido para o HIV detecta em até 15 dias após a relação desprotegida.” Doutor Sérgio Ferreira Jr. Portal DST/AIDS de Hortolândia/SP em 8/05/2011 18:00:20 ;

*”Em resposta a sua solicitação, registrada sob o nº 1-4919891, referente a diferenças entre o Teste Rápido e ELISA para diagnóstico do HIV, asseguramos que seu questionamento foi encaminhado ao Laboratório de Tecnologia Diagnóstica que nos repassou a resposta abaixo: “Os testes ELISA e Teste Rápido de Bio-Manguinhos (imunocromatográfico de fluxo lateral) são metodologicamente distintos. Os ELISAs (com suas variações) basicamente utilizam sistemas enzimas / substrato para a revelação da reação antígeno-anticorpo e, invariavelmente, necessita de uma estrutura laboratorial que permita a sua realização. O TR Bio-Manguinhos utiliza o sistema Proteína A e Ouro Coloidal para revelação do imuno-complexo (antígeno/anticorpo) com inúmeras vantagens, tais como: Leitura visual (não necessita de instrumento), excelente resistência a temperatura 2 a 30ºC), não necessita de ambiente laboratorial, custo acessível (democratizando o acesso ao diagnóstico), sensibilidade e especificidade compatíveis com os kits utilizados na rede nacional de diagnóstico entre outras. Quanto à janela imunológica, nosso teste possui a capacidade de detectar a resposta imunológica ao vírus após 21 dias da exposição ao HIV. Vale destacar que em alguns indivíduos, especialmente aqueles que estão submetidos a tratamento com anti-retrovirais, os testes sorológicos, inclusive o nosso TR, pode apresentar resultado negativo.” Fiocruz unidade Biomanguinhos;

*”Com o lema “Essa corrente precisa de você. Doe Sangue”, o Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira, em Brasília, uma nova campanha de incentivo à doação de sangue. Durante o evento, o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou a expansão da realização do Teste NAT para todos os hemocentros do país. O teste de biologia molecular reduz a janela imunológica – intervalo de tempo entre a infecção e a detecção por exames da produção de anticorpos pelo corpo. O exame torna a triagem das bolsas mais confiável e reduz, por exemplo, de 70 para 20 dias esse período de detecção, no caso de Hepatite C, e de 21 para 10 dias, do HIV. ” Fonte: Agência de Notícias da Aids. 15 JUN 2011.

*”De acordo com Fiebig et al o período de janela imunológica para detecção de anticorpos em um ensaio imunoenzimático (3ªgeração) que detecte anticorpos da classe IgM é de 29 dias, pois período total para a detecção de anticorpos (janela imunológica) é a soma do período de eclipse (sete dias) e o período de detecção de anticorpos anti-HIV da classe IgM (22 dias), ou seja, em médio, 29 dias, já que em torno de 90% das infecções são detectadas nesse período. Doutor Fiebig e outros;

*” O período confiável de janela imunológica hoje é de 30 dias. Os exames de 4ª geração podem reduzir esse período para 22 dias. Mas tudo dependerá também da resposta do sistema imunológico de cada indivíduo. Testes feitos após a janela imunológica são confiáveis e definitivos. Caso a dúvida ainda persista, procure um médico e, caso necessário, faça nova testagem. Lembrando que mesmo não estando infectado, recomendamos o uso da camisinha em todas as relações” sexuais. fonte: http://www.formspring.me/minsaude (página do ministério da saúde)

SOROCONVERSÃO TARDIA

A soroconversão tardia acontecia na época de testes até a 3ª geração, que dependiam do sistema imunológico para dar o resultado. Como o sistema imunológico é diferente em cada um, 90% das pessoas infectadas soroconvertiam em 30 dias, 99,9% até 60 dias e os demais até 120 dias.  Com os testes hoje de 4ª geração (que procuram a proteína p24 do vírus e anticorpos) e os testes NAT/PCR (que procuram o vírus diretamente, não anticorpos), não fala-se em soroconversão tardia, pois eles não estão sujeitos mais a particularidade de cada indivíduo, mas se existe o vírus ou não. Mas para questão de conhecimento a  soroconversão tardia acontece apenas em pacientes que tenham alguma deficiência na produção de imunoglobulinas, que são os anticorpos detectáveis na maioria dos testes sorológicos. Doenças autoimunes, doenças inflamatórias crônicas, gravidez, leucemia, são alguns casos que podem interferir nessa produção de anticorpos. Importante ressaltar que são casos raros! O sistema imunológico competente é aquele capaz de responder rapidamente à ameaça de agente patológicos. O tempo para soroconversão depende de cada organismo. Não há o que fazer para acelerar ou retardar o processo. O tempo máximo de soroconversão tardia conhecido é de 120 dias.  Fonte: Ministério da Saúde. Têm-se conhecimento até hoje de apenas 9 casos de soroconversão tardia.

FALSOS POSITIVOS E NEGATIVOS

Diversos fatores biológicos, abaixo listados, podem apresentar resultados falso-positivos para os testes
que pesquisam anti-HIV, incluindo os testes Elisa e Western blot, dentre outros:
Artrite reumatóide;
Doenças auto-imunes, como lupus eritematoso
sistêmico, doenças do tecido conectivo e esclerodermia;
Colangite esclerosante primária;
Terapia com interferon em pacientes hemodialisados;
Síndrome de Stevens-Johnson;
Anticorpo antimicrossomal;
Anticorpos HLA (classe I e II);
Infecção aguda por outros vírus;
Aquisição passiva de anticorpos anti-HIV (de mãe
para filho);
Neoplasias malignas;
Outras retroviroses;
Múltiplas transfusões de sangue;
Anticorpo antimúsculo liso.

Como fatores técnicos para resultados falso-positivos podemos elencar:
Contaminação de ponteiras ou da reação por soros vizinhos fortemente positivos;
Troca de amostras;
Ciclos repetidos de congelamento e descongelamento;
Pipetagens de baixa acerácea;
Inativação da amostra a 56°C e transporte ou armazenamento inadequado das amostras ou kits.

Resultado negativo: O resultado negativo significa que a pessoa não está infectada ou que foi infectada tão recentemente que ainda não produziu anticorpos ou vírus suficientes para detecção, ou seja ainda estar no período de janela imunológica. Estar no período de janela imunológica pode dar resultados falso negativos.  Antigamente pela sofisticação dos testes podiam acontecer falsos-negativos por problemas técnicos dos laboratórios, o que é muito raro hoje, por causa da tecnologia usada neles atualmente.

Resultado indeterminado: Um resultado indeterminado pode ser pelos mesmos motivos de resultados falso-positivos (conforme explicação acima), gravidez, infecção por outros vírus, etc.  ou pode ser um verdadeiro positivo de infecção por hiv que ainda não desenvolveu anticorpos.

FASE AGUDA

A infecção aguda pelo HIV ou Síndrome Retroviral Aguda é caracterizada por uma doença transitória
sintomática, que ocorre logo após a exposição ao HIV. Após a exposição ao HIV, manifestações clínicas podem ocorrer em mais de  90% dos indivíduos, sendo que 30% precisam ser hospitalizados, devido à gravidade dos sintomas. O início dos sintomas geralmente ocorre entre duas a quatro semanas após a exposição, porém já foi descrito em até dez meses após a infecção primária.A fase sintomática da infecção aguda pelo HIV  dura entre 7 e 10 dias, e raramente se prolonga além dos 14 dias. Normalmente os sintomas aparecem todos juntos e os 10 % restantes que não sentem a maioria dos sintomas, sentem pelo menos algum deles.

Principais sintomas e sinais relacionados à infecção aguda pelo HIV-1:
Sinais e sintomas Freqüência (%)
Febre 96
Linfadenopatia (ínguas no pescoço e nas axilas principalmente) 74
Faringite 70
Exantema (manchas vermelhas espalhadas pelo corpo todo, menores que 1 cm e não salientes)70
Mialgia/artralgia 54
Trombocitopenia 45
Leucopenia 38
Diarréia 32
Cefaléia 32
Náuseas e vômitos 27
Aumento das transaminases 21
Hepatoesplenomegalia 14
Candidíase oral 12
Adaptado: Niu, 1993

RISCO DE INFECÇÃO

*Risco de transmissão do HIV através de contatos sexuais não protegidos:
Tipo de contato Risco de transmissão por contato
Sexo anal receptivo não protegido com pessoa infectada 0,82 % (0,24 – 2,76)
Sexo anal receptivo não protegido com pessoa que desconhece o seu estado HIV 0,27 % (0,06 – 0,49)
Sexo anal insertivo não protegido com pessoa que desconhece o seu estado HIV 0,06 % (0,02 – 0,19); 6,5 em 10.000 exposições
Sexo vaginal não protegido 0,05 – 0,15 %
Sexo vaginal não protegido insertivo 0,03 – 5,6 %
Sexo oral Probabilidade desconhecida, muito poucos casos descritos por haver introdução de semen na boca.

Fonte: German-Austrian recommendations for Post-Exposure Prophylaxis against HIV infection 2004

AIDS

A síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA ou AIDS) é um quadro de imunossupressão causado por níveis baixos de linfócitos CD4, o que favorece o surgimento de infecções oportunistas.

Infecções oportunistas aquelas que se aproveitam da queda no  sistema imunológico para  atacar. Infecções oportunistas existem não só na AIDS, mas também em pacientes transplantados, em quimioterapia, com câncer, ou qualquer outra condição que leve à imunossupressão. A AIDS aparece geralmente depois de 10 anos da infecção pelo HIV.

 

 

Comments
287 Responses to “HIV-AIDS: perguntas frequentes”
  1. Danilo disse:

    Ola porque so aqui o periodo chega a 24 semanas???? ta desatualizado??

    • Os testes de HIV hoje detectam em 30 dias 90% dos que se infectaram, e em 45, 99%. Por causa desse 1% que diz-se para se fazer os testes até 120 dias para se fechar completamente o diagnóstico. Mas quem fez um exame de 3ª geração com um mês ou um de 4ª geração com 22 dias já pode ficar tranquilo. Não podemos porém causar uma tensão desnecessária em todos que fazem exames para HIV. Se é 1% que soroconverte em até 120 dias, é 1%, não 100. Por isso, se não fez o exame procure fazer no Centro de Testagem de Aids mais próximo de sua residência (ver endereço no site aids.gov.br). Agora se já fez pelo menos depois de 30 dias, fique tranquilo.

  2. michelly disse:

    fiz um exame do clementino fraga um hospital de infeccão e doenças contagiosas na capital da PB, de anti- hiv, mas fiquei na dúvida que lá não me informarão, que para o exame de hiv tem que obdecer um janela biologica, que é o tempo do sexo sem preteção até o dia do exame, que diz que é de 3 meses depois, mas li em outros site que tem método que já em um mês já se sabe se tem ou ñ, então fiz o teste de elisa, graças a deus deu negativo( não reagente para hiv) graçassss Deusssss! mais fiquei na dúvido sobre o metodo e a minha janela ou seja o tempo da última relação sem proteção foi de 55 dias.
    Devo confiar no resultado ou fazer outro exame de elisa?

    • Michelly, se o hospital que vc fez o teste é especializado em doenças infecciosas, provavelmente trabalham com material de ponta (testes de 4ª geração) ou no mínimo de 3ª geração, e nos dois casos com 45 dias consegue-se verificar se está infectado ou não. De qualquer forma, se quiser perguntar no hospital a algum infectologista ou um enfermeiro que faça a coleta a geração do exame, só para diminuir a sua tensão, está ao seu critério. Quanto a fazer a testagem de novo, não precisa, só se quiser confirmar o resultado que já tem. Procure agora usar camisinha em todas as relações.

  3. Nic disse:

    Olá, fiz um exame “Imunoensaio de eletroquimioluminescencia para deteccao simultanea do antigeno p24 do HIV-1 e dos anticorpos contra o HIV-1 (incluindo o grupo O) e contra o HIV-2″. Acredito que seja o de 4ª Geração. Fiz por volta de 40 dias e deu negativo. Devo ficar tranquilo ou devo fazer outro exame? Abraços!

    • Segundo o Formspring do Ministério da Saúde, a janela imunológica para o exame que fez (4ª geração) é de 22 dias. Porém o MS, por critério de segurança, adota a janela imunológica de 60 dias. Por isso, pode ficar tranquilo.

  4. Nic disse:

    Agnaldo, estou com mais de 60 dias da situação de risco e a minha garganta está doendo e estou com os gânglios inflamados.

    • Sugiro que procure um médico e verifique se não está com outra doença venérea, ou não. 90% das pessoas com HIV soroconvertem em 30 dias e 99% em 40 dias. Por isso, pode ficar tranquilo, e trate essa amigdalite.

  5. Mário Silva disse:

    Um exame realizado com 8 semanas e dois dias, Elisa 4a geração, que deu negativo, é um resultado seguro. É preciso realizar um novo exame, ou o indíviduo já pode ficar tranquilo. Desde já agradeço a atenção.

  6. MS disse:

    Prezado Senhor Agnaldo, Tendo em vista a metodologia utilizada pelo Ministério da Saúde quanto aos testes HIV I e II, Elisa 4a geração, decorridos mais de sessenta dias, pode-se afirmar que o indivíduo não precisará realizar um outro teste? Esse resultado poderá ser considerado definitivo?

    • Normalmente os CTA´s não pedem novos exames depois de 60 dias. Já o GAPA e o Serviço de DST’s/AIDS de Hortolândia disseram não haver na prática dos seus serviços soroconversões tardias depois desse tempo. Por isso, fique tranquilo.

  7. Nando disse:

    Agnaldo, fiz um exame de 4 geração com 39 dias da situação de risco. Deu negativo. Devo confiar no resultado? E quando dizem que “tudo depende da resposta do indivíduo”, o que significa? Eu posso ter feito um exame com 39 dias e o meu organismo pode não ter tido tempo de produzir anticorpos a ponto do exame não detectar? Ajude-me amigo. Estou muito aflito. Abraços!

    • Segundo o Ministério da Saúde pelo Formspring, a janela imunológica destes testes (4ª g.) é de 22 dias. As estatísticas de soroconversão são as seguintes:testes com 30 dias 95% de detecçao do antigeno para hiv, 45 dias 91%, 60 dias 99,9%. Esses percentuais são para TODOS que possam ter sido infectados. Essa pequena porcentagem restante que não soroconverte pode acontecer em pacientes que tenham alguma deficiência na produção de imunoglobulinas, que são os anticorpos detectáveis na maioria dos testes sorológicos. Doenças autoimunes, doenças inflamatórias crônicas, gravidez, leucemia, são alguns casos que podem interferir nessa produção de anticorpos. Isso em 60 dias representa 0,1%. E além do mais, já em 22 dias os exames de 4ª geração não precisam de anticorpos para o testes, pois buscam também antígenos p24, ou seja, buscam partes do próprio vírus, portanto quem tem o vírus, esse exame acha. Então, fique tranquilo, e procure usar camisinha em todas as relações.

  8. marcio disse:

    fkei c uma garota sem camisinha,fiz um teste check rapido com 19 dias,nao reagente,voltei la e viz outro com 41dias,nao reagente,posso fkar tranquilo,pq tenho visto que o MS pede com 60dias.

    • As estatísticas de soroconversão são as seguintes:testes com 30 dias 91% de detecçao do antigeno para hiv, 45 dias 95%, 60 dias 99,9%. Refaça os testes em 60 dias, mas resultados dificilmente mudam, como voce pode ver nas estatísticas. Por isso, fique tranquilo.

  9. Adrielly disse:

    Fiz 2 exames de hiv (os 2 de 4ª geração): um com 45 dias e o outro com 61 dias após a situação de risco (pênsi com secreção encostou em minha vagina). Ambos exames deram negativo. Contudo, agora há 2 meses e meio, estou com 2 gânglios no pescoço: pergunto se pode ser soroconversão tardia e se é melhor (para que eu desencane) fazer outro teste com 90 ou 120 dias? Esses exames detectam antígeno e anticorpos e por isso “cobrem” uma etpa anterior a soroconversão?

    • Adrielly, ganglios no pescoço são reações do sistema imunológico comuns a várias infecções, desde gripe às de causa bacteriana, como a sífilis. Porém o que indica que tipo de infecção estamos tratando são os demais sintomas, e a confirmação se dá por exames de sangue. Por isso, procure um médico para ver qual a causa desses gânglios, pois a janela imunológica das testagens que fez já é suficiente para um resultado confiável tratando-se de hiv. O antígeno p24 é o primeiro marcador sorológico dos testes para hiv, porém os níveis desse antígeno vão diminuindo à medida que anticorpos vão aumentando no sangue, e quando não se é mais possível detectar o p24 (média de 40 a 60 dias), já pode-se detectar os anticorpos do hiv.

  10. MS disse:

    Prezado Agnado, é possivel uma pessoa que tenha feito um último teste anit HIV após 90 dias que deu negativo, apresentar com mais cem dias uma uretrite sendo que neste período não teve outras relações.

    • Uretrite não é um sintoma da fase aguda do hiv e a AIDS só se manifesta em infectados depois de 10 anos geralmente. A confiabilidade da janela imunológica que fez é suficiente para um resultado confiável.

  11. Ale disse:

    Prezado Agnaldo, aproveitando a resposta anterior, aproveito para lhe perguntar o seguinte. Se a uretrite não tem relação com o vírus HIV após um examde de 90 dias, é possível que esta uretrite tenha uma outra causa que não de natureza sexual. Desde já obrigado.

    • Houve um diagnóstico de uretrite ou acha apenas que seria? As uretrites podem ser específicas (causada por Gonorréia) ou não-específicas (Clamídia, infecção urunárias ou outras), quando falamos das infecciosas, porém também existem as inflamatórias que podem ser causadas por masturbação ou ordenhar o pênis após urinar por exemplo, pois a uretra é muito sensível. De qualquer forma, procure um médico para corretamente diagnosticá-la e tratá-la se for seu caso.

  12. Ale disse:

    Houve um diagnóstico de uretrite inclusive com o uso medicação pelo médico, mas o que causou estranheza foi o tempo passado desde a última relação sexual, e por isso, prezado Agnalo a preocupação, se a uretrite poderia não ser de caráter sexual e ainda se tal ocorrência seria motivo de preocupação mesmo havendo um exame HIV negativo com 90 dias. Mais uma vez agradeço a sua atenção.

    • Testes feitos depois de 60 dias são 99,9% confiáveis. Isso implicaria em dizer que 1 em cada 1000 pessoas com testes após 60 dias estaria infectada. Porém essa percentagem é uma dízima periódica estatística apenas, pois serviços do GAPA e de DSTs/AIDS de Hortolândia não tem registros em seus serviços de pessoas que soroconverteram após 60 dias. Diz se que em torno de nove pessoas no mundo soroconverteram em 120 dias. E para pessoas com doenças que atrasem a soroconversão ou pessoas que não produzam anticorpos contra HIV (até hoje só soube de um caso em Portugal) a agressividade da infecção irá sugerir rastreio mais aprofundado – isso se não forem testes de quarta geração, que independente de haver anticorpos (que são o que os testes anti-hiv buscam) detectarão se houver infecção pois buscam partes do vírus (p24). Eis abaixo as estatísticas de risco de infecção:
      *Tipo de contato———————————————————- *Risco de transmissão por contato
      Sexo anal receptivo não protegido com pessoa infectada————————–0,82 % (0,24 – 2,76)
      Sexo anal receptivo não protegido com pessoa que desconhece o seu estado HIV—-0,27 % (0,06 – 0,49)
      Sexo anal insertivo não protegido com pessoa que desconhece o seu estado HIV—-0,06 % (0,02 – 0,19)
      Sexo vaginal não protegido——————————————————0,05 – 0,15 %
      Sexo vaginal não protegido insertivo——————————————–0,03 – 5,6 %
      Sexo oral——-Probabilidade desconhecida, muito poucos casos descritos por haver introdução de semen na boca.
      Fonte: German-Austrian recommendations for Post-Exposure Prophylaxis against HIV infection 2004

      Já para quem tem outras DSTs, esse risco é aumentado de duas a cinco vezes. Quando há co-infecção do HIV com outras DSTs, essas infecções se tornam mais severas. No caso da Sífilis, em vez de um cancro, até 70% de co-infecções HIV-Sífilis apresentam múltiplas lesões. No caso do HPV, podem ocorrer verrugas gigantes que podem precisar de cirurgias. A agressividade de outras DSTs pode indicar co-infecção com HIV. Nas uretrites infecciosas geralmente os aparecem de dias a semanas. Por isso, FIQUE TRANQUILO!!!!!!!!!!!!

  13. Ale disse:

    Prezado Agnaldo. Este comentário é de agradecimento e reconhecimento pelo trabalho que tem feito, permitindo a divulgação do conhecimento e tirando dúvidas de todos aqueles que estão precisando de um esclarecimento. Fica o agradecimento. Valeu!!!

  14. fernando disse:

    OLA DENOVO ACHO QUE NAO ME EXPLIQUEI BEM A MINHA PERGUNTA ,BOM E ASSIM EU TIVE UAM RELAÇAO COM UMA MULHER DEPOIS DE UMA FESTA SEM PROTEÇAO SEXO VAGINAL E ORAL ,BOM AI ESPEREI 94 DIAS E FIZ UM EXAME DE ANTI HIV 1 E 2 PELO METODO E.I.A O RESULTADO FOI NAO REAGENTE ,AI AGORA MINHA DUVIDA ESSE EXAME E CONFIAVEL ?

  15. Beto disse:

    Prezado Agnaldo. Se uma pessoa fez após cem dias um teste HIV I e II 4a geração que deu não reagente e posteriormente descobre que o exame IGG para clamídia deu reagente, mas o o exame IGM para clamídia deu negativo, é motivo para ficar preocupado quanto a sorologia para HIV? É possível mesmo que o homem esteja com preservativo para receber por parte da parceira a prática de sexo oral pegar clamídia, mas não ter pego HIV? Caso possa me ajudar ficarei muito grato.

    • *A Clamídia e o HIV são adquiridos em relações SEM preservativo.
      *Se um exame Anti- HIV foi feito após 60 dias tem 99,9% de confiabilidade.
      *Co-infecções de HIV e outras DST mesmo se não fossem diagnosticados por exames sorológicos o seriam através do diagnóstico clínico (sintomas, que geralmente aparecem com agressividade) ou exames complementares.
      *Pessoas que NÃO produzem anticorpos (raríssimo) teriam graves sintomas das DSTs e HIV, o que não teria problema para testes NAT/PCR e testes de 4ª geração, que procuram o vírus e partes dele, e não anticorpos.
      *Talvez os sintomas que o preocuparam para fazer a testagem do HIV fossem por causa de alguma DST, se for o caso.
      Por isso, fique tranquilo, e procure usar camisinha e melhor, procure evitar comportamentos de risco.

    • doubts disse:

      vc tem anticorpos de memória contra a doença, porém não está com a doença desenvolvida, logo não está doente, de qualquer forma procure um infectologista ou urologista para averiguar melhor. teste de 100 dias totalmente conclusivo, não precisa se testar mais para HIV. Use camisinha sempre!

      • Vou publicar o seu comentário, mas devemos falar aqui de uma forma que as pessoas entendam. Te explicando: algumas doenças têm a chamada “cicatriz sorológica”, onde algumas DSTs mesmo depois de tratadas continuam dando positivo mesmo se as pessoas não tiverem mais a doença. Aqui também não dou diagnósticos, apenas apresento o conhecimento disponível sobre as doenças.

  16. Gustavo disse:

    Boa tarde! Fiz sexo anal ativo em uma amiga. Levei ela para fazer o exame de hiv: Quimioluminescência, busca do antígeno p24 e anti-corpos hiv-1 (incluindo grupo M e O) e Hiv2! O resultado foi Não Reagente! Ela me informou, que antes de transar comigo, a última relação foi a mais de 2 mêses e usou camisinha (não se se posso acreditar neste fato).

    Com 23 dias após a situação de risco, eu fiz o mesmo exame no mesmo local e deu negativo! A Bioquímica me disse que o exame é muito sensível, se eu fosse portador do vírus o exame detectaria!

    O problema, é que por volta dos 19 dias após a relação, aparaceram manchas na minha perna (do joelho para baixo), uma mancha grande quase do tamanho da palma da minha mão, e outra mais ou menos do tamanho de uma moeda de 1 real, ambas ermelhas côr de sangue e que coçavam muito, e agora tem vários carocinhos espalhados pela perna, semelhantes a picadas de mosquito, ja apareceram alguns na outra perna também, porém poucos!

    O exame que eu fiz pode ter dado errado? Pelas características dessas manchas, será que elas se parecem com o rash do HIV? Não tive febre ou algo do tipo, tive diarréia mas é por conta do nervosismo (sempre me acontece isso). Não vejo uma causa para essas manchas terem aparecido se não a fase aguda do hiv. Não sei mais o que fazer!

    Aguardo respostas, tenha uma boa noite!

    • Os exames de 3ª geração já conseguem detectar uma infecção já à partir de 21 dias. Mas o Ministério da Saúde determinou que a janela imunológica fosse de 30 e 60 dias para evitar ao máximo resultados falso-negativos. Com respeito a essas manchas, não têm característica dos rashs do HIV, pois estes são manchas não-salientes menores que 1 centímetro, espalhadas pelo corpo e que geralmente não coçam, e aparecem normalmente de duas a quatro semanas. Porém , alguns dias após a febre e os rashs do HIV já se tem um resultado positivo nas pessoas infectadas, pois as manchas e febre são um indício de resposta imunológica ao HIV, criando anticorpos, que são o que os testes anti-hiv buscam. Você já tem um bom prognóstico com um teste não-reagente aos 23 dias, mas por segurança, refaça o teste aos sessenta dias e procure um médico, pois estas manchas podem ser resultado do do stress. DSTs geralmente não causam estes tipos de mancha, muito menos o HIV. Geralmente a Hepatite b e a Sífilis causam rashs, mas somente um médico após exames poderá dizer do que se trata. O HIV pode também não dar reação alguma, mas sintomas no corpo são bons sinais para indicar infecções. Por isso fique tranquilo!

  17. Gustavo disse:

    Muito obrigado por ter me respondido, você não imagina a alegria que eu tive quando você afirmou que essas manchas nao tem características do rash do HIV.

    Bom, essa semana, quando fizer 30 dias, irei fazer um novo exame em um laboratório diferente, para ter certeza que o laboratório anterior não errou em nada. Ja fiz exame para sífilis e deu negativo também. Vou proucurar um dermatologista e ver do que se trata essas manchas na pele para que eu possa encerrar meu caso. Muito obrigado, tenha um bom final de semana!

  18. clarifyme disse:

    teste de 4 geração aos 30 dias + REAL TIME abbot PCR HIV-1 QUANTITATIVO 20 e 30 dias após exposição + hepatite b e sífillis não reagentes. dá para dormir em paz?

    • *Testes de 4ª geração tem janela imunológica de 22 dias e testes NAT/PCR têm janela imunológica de 10 dias;
      *A Hepatite B tem janela imunológica de 30 a 60 dias;
      *A Sífilis tem janela imunológica de 14 a 21 dias, além de depois de alguns dias aparecer uma ferida sem dor, elevada e dura nos genitais.
      Por isso, fique tranquilo.

  19. denilson disse:

    olá tive uma relação de risco em 21/04/2012 e no dia 21/05/2012 fiz um teste rápido (observação: kit utilizado :rapid check ) não consigo dormi tenho que fazer outro exame? obrigado

  20. leonardo disse:

    Bom dia, gostaria de ouviir sua opniao sobre o meu cas. Tiive uma relacao de risco no fim de fevereiro desse ano. Por volta de 15 de marco estive doende com sintomas da fase de contaminacao do hiv. Fiz exames de sangue e fui convocado depois de um mes, pois o elisa tinha dado reagente e o wb negativo com ausensia de bandas, fiz um exame em marco e deu elisa reagente e wb indeterminado presenca da banda P24. O infecto disse que eu estava em processo de soroconversao e pediu o exame de carga viral e que eu fizesse um novo teste e voltasse em julho. Nao aguentei a espera e agora em maio fiz um teste rapido no CTA e deu nao reagente, a assistente me tranquilizou e disse que apos 60 dias esse exame e certo. Em quem vc acha que devo confiar? Volto ao outro hospital HSPE paulista IAMSPE???desde ja agradeco a atencao.

    • Muitos médicos só fecham diagnósticos de HIV depois de seis meses. No entanto, a sensibilidade dos testes de hoje é alta, porém o que nem sempre ocorre com a “especificidade”, ou seja, detecta que tem algo, mas pode ser um falso-positivo. Testes ELISA têm alta sensibilidade e testes WB têm alta especificidade – no caso um completa o outro. Porém com sessenta dias os “TESTES RÁPIDOS” têm sensibilidade superior a 90%. Geralmente quando há dúvidas nos testes, ainda se faz um teste aos 90 dias, mas somente um especialista do CTA pode te dar uma orientação mais precisa pois estão atualizados sobre esse assunto. Segundo o site Hortolandia/Aids, ocorreram raríssimos casos de soroconversão aos 90 dias. É interessante que voc~e faça exames de Hepatites e Sífilis principalmente.Por isso fique tranquilo.

  21. Amiga disse:

    Olá, gostaria de tirar uma dúvida. Fiz um exame de 4ª geração com 50 dias após situação de risco, o método utilizado foi o eletroquimioluminescencia. O resultado foi não reagente. Com 50 dias o teste iria detectar uma infecção pelo virus? Outra duvida, li que até 15 dias o antígeno p24 pode ser detectado, depois desses 15 dias ele já não é detectável? com 50 dias.. iria aparecer tanto o antígeno p24 quanto os antícorpos?
    Pq existe tanta discórdia quando o assunto é janela imunológica? o cta da minha cidade informou que a janela é de 6 meses. já o ministério da saúde afirma que é de 30 a 60 dias.

    • O antígeno p24 é o primeiro marcador sorológico dos testes para hiv, porém os níveis desse antígeno vão diminuindo à medida que anticorpos vão aumentando no sangue, e quando não se é mais possível detectar o p24 (média de 40 a 60 dias), já pode-se detectar os anticorpos do hiv.Alguns médicos ainda hoje mantém a orientação de janela imunológica de seis meses, porém estão desatualizados porque esse tempo era necessário para testes de 1ª e 2ª gerações. Hoje testes como o PCR e de antígeno p24 que detectam partes do vírus não dependem tanto do imunológico da pessoa, se de fato estiver infectada.Existe divergência às vezes por causa dos fatos que te relatei nessa resposta. Testes com 50 dias têm sensibilidade superior a 99%. Por isso, fique tranquila.

      • Amiga disse:

        Muito Obrigada pela resposta!
        E parabéns pelo trabalho. É muito esclarecedor!

        De fato as discordâncias são enormes quando o assunto é janela imunológica!
        Acho que todos os ctas e médicos que são questionados por dúvidas sobre as dst’s deveriam se informar mais, pq quando falam em janela superior a 2 meses as pessoas entram em desespero. Eu particularmente entrei em paranóia. Mesmo tentando procurar em lugares confiáveis (cta) não adiantou muito, pois me deparei com uma janela de 6 meses. Depois de muito procurar (sites de infectologistas como david uip, drauzio varella, Esper Kallas e Artur Kalichman que é médico sanitarista) consegui achar uma concordância de 30 a 60 dias nas respostas deles sobre a janela imunológica.

        Desculpa a pergunta, mas tentei procurar e não encontrei, você tira todas essas informações de onde? trabalha na area da saúde?

        E mais uma vez, muito obrigada pela resposta quase que imediata.

      • Obrigado. Não trabalho na área de saúde, sou policial-militar e procurei saber do assunto por muitas vezes nos encontrarmos em abordagens e ocorrências que podem configurar risco, e assim consegui algum conhecimento nessa área. Retiro essas informações de sites e livros, principalmente estrangeiros. Todas as informações aqui possuem as fontes, para dar credibilidade ao que aqui se encontra. Também me interesso por temas como cancer e epidemias, além de diversos outros temas no site http://www.vencernavida.pt.am. Obrigado mais uma vez

  22. tereza disse:

    Tive relação sem proteção com um soropositivo durante um ano e meio sem saber. Em exame de rotina ele descobriu ser soropositivo e conforme a infectologista por aproximadamente 4 anos. Fiz os exames apos 26 dias e outro com 41 dias apos a ultima relação que deram não reagente. Descobri tb que na ultima relação engravidei. O ultimo teste de HIV foi com 41 dias ou seja com sete semanas de gravidez e deu Não Reagente. O teste que fiz foi o de 4 geração. Posso ficar tranquila ou a gravidez pode gerar um falso negativo?

    • Nem todas as relações sexuais muitas vezes transmitem HIV ou DST’s. Existem pessoas que se relacionaram muito tempo com soropositivas e mesmo assim não contraíram a infecção. O período mais infeccioso do HIV é logo após adquirir o HIV, não depois de quatro anos. Segundo o Ministério da Saúde pelo Formspring, a janela imunológica para gestantes é a mesma para as demais pessoas, pois falsos negativos são raros, ainda mais tratando-se de exames de 4ª geração, que procuram pelo vírus e não dependem do imunológico levemente diminuido pela gestação. Na verdade se houvesse diminuição do sistema imunológico seria bom pois se alguém é infectado teria uma replicação acentuada de vírus, facilitando a detecção em testes de 4ª geração, além de vários sintomas de doenças oportunistas. Testes de hiv também em gestantes infectadas dão mais resultados “indeterminados” do que “falsos-negativos”. O risco existiu, mas isso é o que pode ser falado sobre o assunto. Caso as dúvidas ainda persistam, converse com o seu médico, ele é a pessoa mais indicada para esclarecer todas as suas dúvidas.

  23. Stefany disse:

    Não entendi mt bem, vc disse no comentário de cima assim: Na verdade se houvesse diminuição do sistema imunológico seria bom pois se alguém é infectado teria uma replicação acentuada de vírus, facilitando a detecção em testes de 4ª geração, além de vários sintomas de doenças oportunistas. (Isso se referindo a gravidez)
    Mas li isso no formspring do ministério da saúde: Os casos de soroconversão tardia são raros e só acontecem em pacientes que tenham alguma deficiência na produção de imunoglobulinas – que são os anticorpos detectáveis na maioria dos testes sorológicos –, como portadores de doenças autoimunes, (lúpus eritematoso sistêmico, doenças do tecido conectivo e esclerodermia), doenças inflamatórias crônicas (artrite reumatoide, aterosclerose, tuberculose e doenças pulmonares crônicas), gravidez e leucemia, por exemplo.

    Então a gravidez pode dar um falso negativo? Li tbm que msm com tudo isso, é raro ter soroconversão tardia.
    Ou melhor, se a pessoa estivesse soroconvertendo, daria indeterminado numa janela de sei lá mais do que 40 dias, mas não daria NÃO REAGENTE?

    Vou tentar explicar melhor a pergunta. Uma pessoa como eu, que pelo menos nunca soube de nenhuma dessas doenças ai em cima citadas que retardam a soroconversão, e não estivesse gravida, tivesse feito um exame de 4ª geração, 45 dias após a ultima exposição (supondo), e estivesse ainda soroconvertendo, daria um falso negativo ou normalmente daria indeterminado?

    • A janela imunológica para gestantes e não-gestantes é a mesma. Estudos do Dr Fiebig dizem que em 30 dias 90% das pessoas soroconvertem e em 45 dias, 99%. Como foi dito, somente exames que dependem do imunológico (3ª geração) sofrem as flutuações como gravidez, doenças auto-imunes e quaisquer entraves do tipo. Exames como os PCR/NAT e os de 4ª geração dependem já da existencia do vírus ou não. Enquanto exames de 3ª geração tem janela imunológica de 30 e 60 dias, os de 4ª geração são 15 e 30 dias. Espero que tenha ajudado. estou disponível para esclarecer dúvidas quando precisar. Por isso, fique tranquila e procure o Centro de Testagem de Aids mais próximo de você.

      • Stefany disse:

        Obrigada.
        Fiz um exame de 4ª geração com +/- 50 dias após o risco. Deu não reagente.
        Mas minha ginecologista disse pra repetir quando completar 6 meses.
        Estou pensando em procurar um infectologista. Você acha que preciso procurar um especialista em dst’s ou posso confiar nesse diagnóstico?

      • Os exames atualmente respeitada a janela imunológica são muito confiáveis. O melhor lugar para se procurar para obter informações é o CTA (centro de testagem e aconselhamento) e você encontrará o mais próximo de você acessando http://www.aids.gov.br/tipo_endereco/centro-de-testagem-e-aconselhamento

  24. Rogério disse:

    Bom dia!

    Venho sentindo uns sintomas há mais ou menos um mês que são os seguintes: fadiga, dores de cabeça, fraqueza, sudorese anormal nas axilas, entre outros. Estou quase convencido de que o meu problemas tem relação com a alimentação, pois as crises ocorrem justamente após uma refeição com muitos carboidratos e açúcares. Por via das dúvidas, procurei um posto de saúde da minha cidade e fiz o teste rápido bio manguinhos e deu negativo. O exame parece ter funcionado corretamente pois apareceu uma lista vermelha naquele lugar de controle e nenhuma lista junta. Quero lembrar que a minha relação sexual desprotegida foi um sexo oral em uma mulher há aproximadamente 90 dias. Pois bem, em virtude desses meus sintomas que relatei, andei procurando vários médicos e o último, um endocrinologista, viu o resultado de uma curva glicêmica minha e disse que eu posso ter uma hipoglicemia reativa, mas falou na bucha que eu iria fazer um teste de HIV, pois qualquer médico na posição dele suspeitaria de cara que eu teria HIV. Aquilo me deu um susto enorme. Já sofro de ansiedade e não estou conseguindo nem dormir (risos, estou escrevendo 01:50 da manhã).

    Diante disso pergunto:

    1) Existe alguma possibilidade de o exame rápido que eu fiz ter sido errado ou ter dado um diagnóstico incorreto? O cara do CTA falou comigo para eu fazer testes de hepatite,sífilis e HIV pelo método tradicional logo após a consulta. Senti uma certa insegurança nesse pedido, como se aquele teste que eu fiz não fosse confiável. A minha relação ocorreu em fevereiro e eu fiz o teste em junho. Já colhi uma nova amostra para exame em um laboratório, mas ainda não saiu o resultado e estou quase acabando com as minhas unhas de tanta ansiedade.

    2) Esses sintomas que estou sentindo são realmente preocupantes?

    • Também estou acordado agora respondendo a outra pergunta. Mas testes rápidos anti-hiv feitos depois de 60 dias são 99,9% confiáveis e se te falaram em um CTA que precisa fazer exames fora quem disse está muito enganado. A experiência que eles têm é de muitos anos e hoje são os mais aptos a tratarem desse assunto. Já o sexo oral é a forma menos perigosa de se contrair HIV, conforme pode se ver nas tabelas acima. Porém no caso da sífilis, que têm 80% de chance de transmissão inclusive pela saliva, o sexo oral não é tão seguro. Os sintomas que sente são comuns a várias doenças, venéreas o não, até patologias psicológicas ou o stress. Por isso, fique tranquilo.

    • Como foi o resultado do teste? Como seu médico pode dizer que um teste com mais de 60 dias não é confiável por causa de uma hipoglicemia? Falta atualização de muitos médicos. por isso, sempre use camisinha em todas as relações.

  25. Rogério disse:

    Caro Agnaldo, muito obrigado pela resposta tão rápida e esclarecedora. Você me deu tranquilidade para eu esperar o fim de semana. Concordo contigo que o pessoal do CTA é muito preparado para o trabalho. Eles são ótimos e nos acolhem da melhor forma possível. A questão da inseguridade que relatei acho que é mais coisa minha, uma vez que o último médico foi de cara falando em HIV. Aliás, desculpe-me os médicos, mas ainda não encontrei nenhum com sensibilidade suficiente para tratar alguém com suspeita de HIV. Grande abraço!

  26. Mathias disse:

    Amigo, me expus a uma situação de risco em 23 de março, sexo oral desprotegido com uma GP.
    Passado 90 dias realizei teste de hiv com pesquiza do antígeno p24. Com 90 dias após o teste posso ficar tranquilo? Estou muito neurótico, estressado, ancioso!! Tive diarréia por 10 dias, hoje estou com cefaléia, faz 2 dias!! Alguns sintomas que estão mas não estão ligados ao HIV. Talvez o estress e a angustia tem me deixado com imunidade mais baixa. Último hemograma também com 90 dias deu um pouco abaixo os leucócitos. O Dr. falou que é a variação e que seria normal. Por favor me ajuda!

    • Testes após 60 dias são 99,9% confiáveis e o risco no sexo oral é muito baixo para hiv, mas não para outras dsts.A maioria das dsts causam sintomas iniciais em um mês. De qualquer forma, para aliviar sua ansiedade, faça testes para sífilis e hepatites também. Por isso, fique tranquilo.

      • Mathias disse:

        Sim, fiz testes para Hepatites, também com 90 dias, tanto Hepatite B quanto Hepatite C deram não reagente!
        Também fiz teste de urina (cultura) e deu tudo normal. Única coisa que me preocupa que tenho certos encomodos no pênis, as vezes vermelho e arde um pouco, as vezes quando está ereto parece um pouco inchado e com espécies de bolhas(interno, não sei se isso é normal ou eu só reparei isso agora após o “susto”). Estes sintomas são de candidiase? Ou será que estou com HPV?

        Quanto ao HIV e Hepatites posso ficar tranquilo?
        Muito obrigado pela resposta, estou mais tranquilo

  27. jonathan disse:

    ola entao tive uma relaçao desprotegida e com 33 dias fiz o exame quimioluminescencia e deu nao reagente porem estou com muito medo a minha lingua esta muito branca e estou com muita dor de garganta me ajudeeeeeeeeeeee estou apavorado>>>>>>>>>>>>>>>

    • Testes com 30 dias têm 90% de confiabilidade. Não leve em conta sintomas se seus testes já passaram o período de janela imunológica. Para sua maior tranquilidade, refaça os testes em 60 dias.

  28. Murillo disse:

    amigo,tive uma relação com uma garota de programa(não a conheço) depois disso mergulhei na depressao,fiz um teste com 36 dias apos relação em um laboratorio particular, graças a deus deu negativo, foi de 4 geraçao. ja se passaram 5 meses e agora apareceu uns pontinhos vermelhos no penis que arde, aparece durante tres dias e some,parecido com a do amigo ai de cima. A pergunta é essa:com esse teste com 36 dias ja posso ficar tranquilo?, e se eu tivesse o hiv esses pontinhos vermelhos que parecem com Candidiase ja pode ser uma doença da aids? com 5 meses?………..a sua resposta é muito importante para mim. obrigado.

    • Testes de 4ª geração são cofiáveis já à partir de 15 dias. Quanto a Candidíase, geralmente não dói. Existem várias DST’s que causam úlceras, menos HIV (sífilis, cancro mole, herpes, etc.). Porém quanto à herpes, ela pode ficar inativa em uma pessoa por muito tempo, até a vida toda, e depois por stress, roupas apertadas ou sol demais por exemplo pode desencadear uma crise. Mas a crise inicial de herpes sempre vem acompanhada de íngua na virilha e febre principalmente, e as bolinhas são todas juntas e quando estouram ardem muito. O diagnóstico diferencial é que quando há uma infecção-conjunta de outras DST’s e o HIV os sintomas das DST’s são diferentes. Por exemplo, o Herpes cria lesões de tamanhos extraordinários, às vezes do pênis até a região perianal; Na sífilis, em vez de lesão única criam-se duas ou mais em até 70% e rashs fulminantes ou imediatos nos co-infectados e no HPV as verrugas se tornam tão grandes que podem obstruir garganta e ânus rapidamente, necessitando de cirurgias de emergência.No entanto, para confirmar, faça o teste também para outras DST’s.

  29. eu disse:

    valeu ai amigo liii todos os depoimentos e suas respostas confesso que achei resposta para minhas duvidas, no mais obrigado e que Deus possa te abençoar.

  30. amigo disse:

    Olá Agnaldo, boa noite. Tive uma relação anal insertiva sem o uso de preservativo. Não tive sintoma nenhum que me levasse a ficar preocupado com fase aguda do HIV, apenas uma dor de cabeça dois dias depois dessa relação. mas, depois de um mês apareceu uma ferida dura no meu penis que sai tipo de uma aguinha dela. Isso pode ser HIV? preciso me preocupar com ele mesmo não tendo sintoma algum?

    • Estudos indicam que uma relação desprotegida do tipo que mencionou tem risco de 6,5 para 10.000 exposições. Outros estudos também dizem que mais de 90% dos infectados por hiv sentirão sintomas da fase aguda e os demais sentirão pelo menos alguns deles, sendo que até 30% dos infectados terão que ser hospitalizados devido à agressividade dos sintomas. A fase aguda do hiv faz o organismo do infectado passar por uma situação somente verificada novamente na passagem do hiv para a AIDS. Na fase aguda, a história natural das dsts é alterada, devido a imunossupressão, pois o organismo não produziu anticorpos contra a infecção, fazendo da sífilis por exemplo em vez de um ter dois cancros (feridas); da herpes lesões de dimensões extraordinárias, que vão do pênis até a região perianal e o HPV, de verrugas de crescimento normal para verrugas de crescimento descontrolado, necessitando até de cirurgia de emergência, pois o sistema imunológico não as combate como faria em hiv negativos. Quanto à dor de cabeça isolada, pode ser só uma dor de cabeça mesmo ou sintoma de alguma dst, pelo tempo que mencionou até o aparecimento da dor, pois o sistema imunológico não reage tão rápido assim ao hiv. Quanto a ferida, pode ser sífilis, herpes ou cancro mole, porém esses dois últimos geralmente aparecem feridas em uma semana. Mas para ter certeza, faça o teste de hiv e de dsts.Por isso, fique tranquilo.

  31. marina disse:

    DR um exame de 4º geração após 29 dias já é confiável para encerrar o caso?

    • Normalmente pedem para fazer um exame também aos 60 dias, mas testes aos 30 dias têm 90% de confiabilidade,principalmente tratando-se de testes de 4ª geração. Por isso fique tranquila.

      • mariana disse:

        Mas o senhor acha que posso encerrar o caso?com um 4 geração aos 29 dias?

      • A janela imunológica dos laboratórios e a dos protocolos médicos são diferentes. Os laboratórios dizem que testes de 3ª geração conseguem detectar infecção em 21 dias e os de 4ª geração conseguem detectar infecção em 15 dias. Porém, para evitar confusão na população o governo convencionou que a janela imunológica seria 30 e 60 dias. Além de evitar confusão, os testes de 3ª geração abaixo de 60 dias estão sujeitos à chamada “soroconversão tardia”, que apesar de ser rara, pode acontecer, pois estes testes dependem do imunológico, que varia em cada pessoa. Também houve um caso raro em Portugal onde uma mulher não produzia anticorpos para o HIV, e o teste de 3ª geração anti-hiv dela dava negativo. Por isso é que testes de 3ª geração sempre devem ser acompanhados de uma pesquisa de sintomas nos pacientes. Já com os testes de 4ª geração é diferente, pois eles não dependem do imunológico da pessoa, mas de haver o vírus no sangue ou não. E a melhor época para se fazer um teste de 4ª geração é de 15 a 30 dias. Os testes de 4ª geração são completos, pois se a p24 não for detectada em um exame de 4ª geração (raro), ele detectará aos 30 dia já os anticorpos do hiv, se a pessoa estiver infectada. Se pode encerrar o caso? eu não posso fazê-lo pois não sou médico e nem os médicos podem fazer também pois devem obedecer aos protocolos do governo. O que eu posso dizer é que pode ficar tranquila, pois testes de 4ª geração aos 30 dias têm 99,9% de confiabilidade e os de 3ª geração têm 90%.

  32. Murillo disse:

    Agnaldo obrigado pela resposta, quem passa por essas situações tem como maioria inclusive EU entrar na paranoia, acha que o exame esta errado,vai ter uma soroconversão tardia…. e procura algo que tranquilize,depois que começei a ler seus comentarios,larguei de bobeira, vi que o que vale é o resultado do meu exame, fiz de 4 geraçao com 36 dias,ja passou da janela, agora vou usar camisinha em todas as relaçoes .

  33. marina disse:

    Obrigada pela sua resposta ! O Senhor entende muito, não é médico?Qual sua especialidade? Mas eu fiz o de 4 geração ao 29 dias isso já me dá 99,9 de confiabilidade tb?Na verdade tenho toc e tive um dia no emilio ribas e depos vi um micro machucadinho tres dias depois que percebi ai cismei que alguem podia ter me espetado de prposito. O senhor acha que é coisa da minha cabeça?Por favor responda todas as minhas perguntas, desde já agradeço.

    Att

    • A minha especialidade é prender bandidos. Sou policial há dez anos e em muitas abordagens encontramos seringas para uso de drogas no bolso dos revistados, muitos com feridas abertas e atendemos muitas pessoas ensanguentadas, o me motivou a aprender um pouco sobre o assunto. Se eu acho acho que suas preocupações são coisas da sua cabeça? Eu tenho certeza!!!!! Essas estórias de pessoas sendo infectadas por aí com seringas não passam de lendas urbanas. O vírus hiv more imediatamente no meio externo e dura alguns segundos apenas no interior das agulhas. Mas todos estão sujeitos a distorções exageradas da mente, o que só é resolvido através do conhecimento. Isso é uma coisa normal, que vem do antigo instinto de sobrevivência. Não preciso nem dizer que não houve risco no seu caso, não é? Por isso, fique tranquila. Não divulgo endereços de e-mail.

  34. marina disse:

    Muito Obrigada!!!
    E parabéns pelo site, deve ser um excelente policial q poderia ser um médico!Pois explica melhor que muitos eles

    • marina disse:

      mas msm assim pra aliviar minha obsesão e de uma amiga q fez sexo sem camisinha no ms período um teste de 4º geração aos 29 dias pelo que li no seu texto já da 99,9 por cento de confiabilidade correto?

      • O Dr Ricardo Camacho, do site Aids Portugal disse o seguinte: “Em princípio, o teste efectuado 6 semanas após um possível contacto já dá um valor de previsão muito alto, próximo dos 100% (os testes tornam-se positivos, em mais de 99% dos casos, entre o 22º e o 29º dias após o contacto). No entanto, por uma questão de prudência – e porque as raridades existem! – aconselho a repetição do teste três meses depois da situação inicial.” Por isso, você não precisa ficar ouvindo várias vezes a mesma resposta sobre a mesma pergunta, pois você acreditando nela ou não, ela não vai mudar. Procure encerrar a sua preocupação, pois não passou por situação de risco e mesmo que tivesse passado, o teste que fez é confiável.

  35. Rodrigo disse:

    Olá Agnaldo,

    Fiz sexo oral em um rapaz que não conheço e ele fez em mim. Ocorre que meu pênis estava com a pele irritada e bem vermelha. Depois de 11 dias da relação de risco comecei a sentir alguns sintomas tipo de gripe: no primeiro dia fiquei com muita coriza, e nos 4 dias posteriores, senti dor de garganta, boca seca e tosse seca mas que depois ficou com secreção, também percebi o surgimento de umas 4 manchas vermelhas, pequenas, sem dor e não salientes.

    Procurei um CTA mas eles me disseram que só fariam o teste rápido depois 30 dias da relação de risco e que isso era norma do Ministério da Saúde. Estou desesperado e muito arrependido, pois nunca tinha feito sexo com outra pessoa do mesmo sexo. E nunca mais farei novamente.

    Perguntas:
    1. Você acha possível que eu tenha sido infectado devido a irritação na glande?
    2. Terei que ficar nessa angústia até completarem os 30 dias?
    3. Posso procurar um laboratório e fazer um exame de sangue, daqueles que ficam prontos em apenas dois dias?

    Desde já agradeço.

    • Primeira coisa: se você leu a tabela acima, viu que os riscos de se contrair hiv pelo sexo oral é raríssimo, nem se tem porcentagens, apesar de poder existir. O sexo anal, que é a forma mais fácil de se contrair o hiv, tem probabilidade de 6,5 em 10.000 exposições. Acredita-se que a baixa probabilidade no sexo oral de infecção deva-se a uma proteína na saliva que inativa o vírus, e seria necessário aproximadamente 7 litros de saliva para haver uma infecção, segundo estudos. Agora quanto as perguntas:
      1 – É muito pouco provável, conforme expliquei há pouco. Infecções por vírus raramente dão pus na garganta com pontos vermelhos, mas por bactérias sim. Parece mais uma amigdalite de origem bacteriana. O mais importante é o tipo de relação que houve, que é de baixo risco, independente de haver irritação ou não.
      2 – Com 15 dias você já pode fazer testes de 4ª geração e PCR/NAT.
      3 – Pode, mas procure um médico primeiro, pois precisará de um requerimento do médico para fazer os testes. Isso também ajudará a te acalmar com relação a essa possível amigdalite, depois de uma consulta. Por isso fique tranquilo.

      • Rodrigo disse:

        Muito obrigado pela resposta.

        Fiz o exame pelo teste pela metodologia Eletroquimioluminescencia Módulo E (roche), e graças a Deus deu não reagente.

        Você sabe me dizer de qual geração é esse metodo e se ele é confiável? Preciso fazer outro exame para confirmar?

  36. Teste disse:

    Ola bom dia, tenho uma duvida, tive um relacao com uma GP, o sexo oral passivo, ela fez em mim sem preservativo, e no sexo vaginal usei camisinha, porem tirei a mesma no fim para ela voltar a praticar sexo oral em mim.. estou apavorado e nervoso. Fiz um teste com 14 dias que dizia assim ( Este método pesquisa os anticorpos para os antígenos virais P24, GP41 e GP36.) Resultado. Nao reagente. Posso ficar tranquilo ?? Obrigado e parabens pelo trabalho.

  37. jonathan disse:

    Ola fiz um exame de hiv quimiluminencia com 33 dias e outro com 53 dias ambos deu não reagente posso confiar nesse período porque falta 7 dias para enterrar 60 voce acha que tem a chance do resultado altera faltando apenas 7 dias

  38. jonathan disse:

    exame com 53 dia no metodo quimioluminencia e confiavel ou eu preciso repitir pois minha lingua ta muito branca e as papilas grandes

  39. Alysson disse:

    Fiz o teste para HIV com 170 dias de uma relação de risco e deu negativo, só que até hoje tenho 2 ganglios no pescoço tem alguma possibilidade de vir a soroconverter? O que deve ser esses ganglios? Porque alguns médicos falam que tem repetir o exame com 6 meses?

    • Não se importe com sintomas se você tem teste não-reagente com mais de 60 dias. Conforme o texto acima, alguns médicos não se atualizaram quanto às novas tecnologias de testes, e por isso recomendam a janela imunológica para testes de 6 meses – que era a janela imunológica dos testes de 2ª geração. Primeiro você precisa saber se são gânglios primeiro (inchaço linfóide), pois pode ser inflamação da glândula salivar submandibular, parótida, tireóide, etc. e isso só um médico através de exame pode saber. Mas HIV não é. Por isso, fique tranquilo.

  40. REi disse:

    olá tive uma relação com uma GP em dezembro do ano passado já fiz 13 exames (rápidos e elisa) e todos não ragentes o último foi essa semana 27/08/2012, estou com psicose o que vc acha posso ficar tranquilo?

  41. Leoni disse:

    Olá!

    Agnaldo,

    Me ajude a dormir tranquilo: Estava com meus lábios esfolados, porém sem lesões com sangramento, e troquei beijos com alguém soropositivo. Fiquei extremamente preocupado e, após 33 dias fiz um teste rápido de Biomanguinhos 3ª geração, cujo resultado foi não reagente. Não mantive relações sexuais com essa pessoa, nem entrei em contato com seus fluídos sexuais.

    Posso dar o caso como encerrado?

    • Segundo a Fiocruz, fabricante do teste rápido na unidade Biomanguinhos, a janela imunológica dos testes que fabricam é 21 dias, conforme texto e protocolo da resposta nele contido. Quanto a situação que mencionou, o problema seria se a boca dela estivesse sangrando, que não parece ser o caso. E Para se haver uma infecção pela saliva, seriam necessários 7 litros de saliva da pessoa soropositiva, segundo estudos. Isso porque a saliva teria uma proteína que combate o hiv. E o que causa a infecção são quantidades suficientes de vírus. Por exemplo, cientistas espanhóis criaram uma vacina para o hiv eficiente em mais de 90% dos casos. Para montar a vacina, os cientistas colocaram quatro genes do HIV dentro do vírus enfraquecido da varíola. Segundo os pesquisadores, a presença desses genes não é suficiente para desenvolver a doença em pessoas sadias. Se então são necessários 7 litros de saliva para haver uma concentração suficiente de vírus para uma infecção e o seu teste já está fora da primeira janela imunológica oficial (30 dias), você pode ficar tranquilo. Porém deve fazer o testes aos 60 dias para descartar uma infecção pelo HIV.

      • Leoni disse:

        Muito Obrigado. A pessoa em questão não estava com sangramentos e quando percebeu minha agústia, mostrou seus exames de carga viral, com status “indetectável”. Não gostaria de passar pela angústia de um novo exame.

      • Mas se você sabe que o seu risco é quase zero de uma infecção, não se preocupe em fazer os testes em 60 dias, pois só irá encerrar de vez esse caso.

  42. rei disse:

    muito obrigado, fui a uma psicóloga e ela me disse a mesma coisa.

  43. Ronaldo disse:

    Olá. Fiz um exame no hemocentro da minha cidade com 30dias apos a situação de risco outro com 90 dias e outro com 150 dias em uma clinica elisa 4 geração todos NAO REAGENTES. Posso ficar 100% tranquilo? Minha dúvida é por que estou com vàruas verrugas na lingua serà que é hpv? Isso teria alguma interferencia nos exames anti hiv? Qual méduco devo procurar?

  44. Bruno disse:

    Agnaldo, fiz um teste de quarta geração em um laboratório particular com 8 meses após a situação de risco. Deu Não Reagente. Já havia feito um teste de 40 dias no mesmo lugar e também deu negativo. Também fiz teste do EAS,Hepatite Be, Hepatite C e Sífilis com 8 meses e deu tudo negativo.Posso ficar tranquilo?

  45. Beatriz disse:

    oláaaa.. tive uma relação de risco depois de 63 dias fiz o exame hiv 1 e 2 (negativo) qual é este exame??? de 4 geração??? fiz tambem o teste rapdo( fura o dedo) deu negativo .estou preocupada pq estou com candiase e ingua na virilha, se eu estiver infctada e fazer sexo com meu marido este tempo interfere no resultado???? me ajude por favor

    • Testes feitos após 60 dias, independente da geração, são 99,9% confiáveis. Não se preocupe com sintomas se seus testes são confiáveis. Porém faça testes para síflis e hepatites.

      • Beatriz disse:

        ok …. obrigada… mas ja fiz da sifilis e hepatites juntamente com do hiv, preciso fazer novamente??? e hiv 1 e 2 é 4 geração??? obrigada pelo rápido retorno … PARABÉNS pelo trabalho Agnaldo!!!!

  46. Jonas disse:

    Olá, acredito ser mais um dos vários desesperados. Tive uma relação desprotegida após uma briga com minha namorada(que obviamente está me causando aquela ansiedade e arrependimento) fazem 19 dias. Estou aguardando completar 30 dias da janela e ir no CTA fazer o teste. Liguei pro CTA e perguntei qual a geração e eles disseram que a última(possivelmente a 4ª) porém me indicaram que a janela era de 30 dias. Até aí ok. Entendo que você não é médico, mas você acredita que um 4ª geração em 30 dias é altamente confiável? Porque vou precisar fazer uma viagem de 6 meses pra fora e ficaria naquela tensão. Sei que existem casos raros, mas será que posso viajar tranquilo? Aliás, será que eu poderia fazer até antes de 30 dias?

    • Jonas disse:

      Aliás, até agora nada de sintomas (pra me tranquilizar um pouco). Só uma ansiedade absurda que até dificulta na hora de comer, trabalhar, me relacionar, como se a vida perdesse o sentido. Enfim….

      • beatriz disse:

        jonas fique tranquilo tbm passei por isso, faça o exame e vc vai ver vai dar negativo… pare de pensar bobagem!!!! abs

    • Você não informou qual o tipo de relação de risco que teve. Mas testes de 3ª geração tem janela imunológica de 30 a 60 dias e os de 4ª geração, de 15 a 30 dias. Testes PCR/NAT têm janela de 10 dias. Não importa se são testes de 3ª ou 4ª geração se os testes são feitos em 30 dias, todos são confiáveis.

      • Jonas disse:

        Entendo. Porém fica uma dúvida: No CTA dizem que o teste fica pronto na hora, seria esse o teste rápido, ou teste de 4ª geração? Ou o de 4ª geração também indica o resultado alguns minutos depois? Fiquei confuso, até porque a janela do teste rápido e o de 4ª geração não são o mesmo são? Ou o teste rápido pode ser o de 4ª e ter a mesma janela de 15 a 30 dias!?

      • A janela imunológica dos laboratórios e a dos protocolos médicos são diferentes. Os laboratórios dizem que testes de 3ª geração conseguem detectar infecção em 21 dias e os de 4ª geração conseguem detectar infecção em 15 dias. Porém, para evitar confusão na população o governo convencionou que a janela imunológica seria 30 e 60 dias. Além de evitar confusão, os testes de 3ª geração abaixo de 60 dias estão sujeitos à chamada “soroconversão tardia”, que apesar de ser rara, pode acontecer, pois estes testes dependem do imunológico, que varia em cada pessoa. Também houve um caso raro em Portugal onde uma mulher não produzia anticorpos para o HIV, e o teste de 3ª geração anti-hiv dela dava negativo. Por isso é que testes de 3ª geração sempre devem ser acompanhados de uma pesquisa de sintomas nos pacientes. Já com os testes de 4ª geração é diferente, pois eles não dependem do imunológico da pessoa, mas de haver o vírus no sangue ou não. E a melhor época para se fazer um teste de 4ª geração é de 15 a 30 dias. Os testes de 4ª geração são completos, pois se a p24 não for detectada em um exame de 4ª geração (raro), ele detectará aos 30 dia já os anticorpos do hiv, se a pessoa estiver infectada. Existem testes laboratoriais e rápidos, e ambos podem ser de 3ª ou 4ª geração. Mas o mais importante é fazer os testes passada a janela imunológica e não a geração ou os sintomas que dizem existir.

  47. Danilo disse:

    Ola Agnaldo, primeiramente parabens pelo trabalho que vc exerce aqui. So tenho voce para me ajudar. 1- SE o exame NAT e PCR sao a mesma coisa, pq o valor do NAT num laboratorio particular e de 95 reais e o PCR de 288 reais? 2- eu liguei no meu laboratorio que costumo tirar sangue desde 2005 e perguntei se nesse ano de 2012 eles ja utilizam o 4a geracao e o biomedico disse que sim, desde o ano passado. Porem, ao comparar o meu resultado de hiv 1e2, metodo MEIA de 2005 e um que fiz em 2012 com 22 dias tb metodo MEIA, estava escrito as mesmas informacoes e nada que indicasse ser 4a geracao. Ate onde eu sei os exames de 4a geracao vem escrito ”4a geracao” ou ”busca por antigeno tal” e no meu nao veio escrito nenhum e nem outro. Como saber se realmente foi de 4 geracao? Posso confiar no biomedico independente de nao estar escrito 4a geracao ou busca pelo antigeno tal?
    obs: tanto no exame de 2005 qt no de 2012 tem escrito o metodo, principio, biotinia e fase solida, mas creio que no de 2012 deveria ter algo a mais escrito para diferenciar o de 2005 (3a geracao) e o de 2012( 4a geracao, segundo o biomedico). Grato pela ajuda!

    • Essa é mais uma questão de direito do consumidor do que de testagem propriamente dita. O PCR é um tipo de teste NAT. Os testes NAT podem ser realizados através de várias tecnologias, inclusive a PCR, que é a mais cara, pois pesquisa o RNA (espécie de “DNA” dos vírus) e são tão caros quanto testes de paternidade. Porém é seu direito que eles provem (informem) qual teste fizeram. E algo de se procurar até o PROCON se preferir.Testes geralmente trazem as informações distintivas deles: NAT, PCR, p24, MEIA, ELISA, rapid-check, imunocromatografia, imunoluminescência, etc. Procure usar preservativo em todas as relações sexuais.

  48. dabilo disse:

    eu liguei no meu laboratorio que costumo tirar sangue desde 2005 e perguntei se nesse ano de 2012 eles ja utilizam o 4a geracao e o biomedico disse que sim, desde o ano passado. Porem, ao comparar o meu resultado de hiv 1e2, metodo MEIA de 2005 e um que fiz em 2012 com 22 dias tb metodo MEIA, estava escrito as mesmas informacoes e nada que indicasse ser 4a geracao. Ate onde eu sei os exames de 4a geracao vem escrito ”4a geracao” ou ”busca por antigeno tal” e no meu nao veio escrito nenhum e nem outro. Como saber se realmente foi de 4 geracao? Posso confiar no biomedico independente de nao estar escrito 4a geracao ou busca pelo antigeno tal?

    • danilo disse:

      Agnaldo obrigado por responder a pergunta de n1 mas falta a mais importante que e a de n2! Danilo.

    • Essa é mais uma questão de direito do consumidor. Se você pagou por um teste de 4ª geração exija que eles provem que foi feito o tal, se não vá até o PROCON. A verdade é que muitos biomédicos não sabem sobre geração de exames. O consumidor tem direitos e é o seu caso na hora de contratar um serviço.

  49. Beatriz disse:

    Oi Agnaldo…. estou muito preocupada, como disse anteriormente tive uma relação sem preservativo fora do meu casamento… mas com coito interrompido, depois de algum tempo tive candidiase, o que me assustou foi que o medico passou 4 comprimidos de fluzonol, ai fui pesquisar no DR. GOOGLE, ai pireii pq fala q candidiase é uma doença comum em pessoas que são soropositivas… fui procurar sintomas achei dois carossinhos na virilha depois fui no meu medico e pedi os exames, isso tudo depois de 63 dias …. fiz o exame de hiv 1 e 2 metodo : electroquimioluminescencia NAO REAGENTE indice 0.387, sifilis e hepatite (laboratorio) NAO Reagente tbm… como ainda estou com inguas fui ontem no CTA e fiz mais um exame NAO REAGENTE…. fui no meu medico e ele pediu um exame ultrasom para ver o que é esses carossinhos, ele diz que pode ser da cesaria, ele receitou um anti inflamatorio, parece que no pescoço tbm esta inflamado a glandula… mas em momento algum tive febre… qria muito saber sua opnião sobre meu caso, pois nao consigo dormir a noite e nem me alimentar direito, vc acha que devo fazer outro exame ???? meu pisicologico esta muito afetado… acho que tudo isso foi uma lição em minha vida… abs

    • Como já te disse anteriormente, não se preocupe com sintomas se seus testes anti-hiv depois de 60 dias são negativos. Não importa que sintomas são, não é HIV! Mas pode ser qualquer outra coisa. Por isso, continue suas consultas e se desconfia que esses sintomas apareceram após a relação de risco, peça para seu médico pesquisar sobre outras dsts, além de sífilis e hepatite. Ínguas são comuns em dsts, principalmente na virilha, mas pode ser também algum outro processo infeccioso. A candidíase pode aparecer até por causa de stress, que parece ser seu caso. Por isso, fique tranquila!!!!!!!!!!!

  50. Carlos Henrique disse:

    Olá agnaldo, parabens pelo belo trabalho.
    Estou muito preocupado, no dia 14/9 tive uma relação com uma gp e a camisinha rasgou. Ao iniciar a relação (anal) menos de um minuto depois eu percebi que a camisinha havia rasgado e troquei. A gp me garantiu que fez exames em julho e estavam todos OK, e que também sempre usa preservativos. Mesmo assim estou muito preocupado em ter contraído o hiv. O que você acha a respeito da minha situação?

    • O tipo de relação que teve tem risco de 6,5 em 10.000 exposições. O risco é maior para mulheres e passivos, não excetuando uma infecção do ativo. Geralmente garotas de programa cuidam-se mais do que a maioria das mulheres. Para aliviar sua tensão, peça o resultado do exame que ela disse ter feito ou leve ela a um CTA mais próximo para que ela faça o exame, e você depois de 30 dias também deve se testar.

  51. Flavio disse:

    Boa tarde Dr. Agnaldo.
    Hj pela manha procurei um CTA aqui no Rio. Fiz o teste com 24 dias. Mas queria saber se esses testes feitos na hora são de 4ª geração o sr comentou nos posts acima. Pois li aqui mesmo que o de 4ª geração vale para 22 dias. Estou muito nervoso. Pois foi uma relação de muito risco. Vou aguardar os 30 dias. Será q esses feitos no CTA são o de 4ª geração???? Obrigado.

  52. Flavio disse:

    Olá sou eu denovo Flavio
    Existe algum lugar q eu possa fazer esse teste PCR. que dizem q detecta com até 15 dias.
    Como disse fiz um hj no CTA com 24 dias. Mas esta dúvida está acabando comigo. Por favor me diga qual teste recomendado para os 24 dias. Por favor Obrigado.

  53. Rodrigo disse:

    Bom dia, Dr.
    Queria saber se com 28 dias dando não reagente o exame feito no CTA (teste rápido) posso encerrar o caso?

    • É um bom prognóstico, pois em 30 dias, 90 % das infecções são detectadas. Mas para encerrar o caso você deverá refazer o teste em 60 dias, porém com 90 % de chances de não estar infectado. Qual é a sua relação de risco? Dependendo da qual foi, o risco é quase zero.

      • Rodrigo disse:

        Muito obrigado. Mas infelizmente foi uma relação de “bastante risco”. Fiz o exame no CTA com 16 dias e 24 dias. Hoje faria os 28 dias mas não realizei. Estou querendo amanha realizar o Western blot em uma clinica particular. (Amanha faz 29 dias). O que o sr me aconselha? Estou muito nervoso. Caso eu faça o wester e com 30 dias o de CTA posso ficar tranquilo?

      • Faça os testes que julgar necessários pois a janela imunológica deles já é suficiente. Porém se houvesse infecção no mínimo iria aparecer ‘indeterminado’ nos testes que fez, pois é o que normalmente ocorre em estes onde há infecção.

  54. Lucas disse:

    Boa Noite Agnaldo,

    Realizei um teste Elisa no Laboratório de Analises Clínicas de um Hospital da minha cidade, 64 dias após sexo desprotegido, deu negativo, porém, não sei se o teste em questão é de 3º ou 4º geração. Tem como obter essa informação sem entrar em contato com o laboratório? Mesmo que o teste seja da 3º geração eu posso ficar confiante no resultado? Desde já agradeço.

  55. breno disse:

    Agnaldo, exame 4a geracao com 35 dias(NAO REAGENTE), apos fazer sexo oral em uma pessoa soropositivo, mas sem ejaculacao na boca e garantia de que com 3 meses continuara sendo NAO REAGENTE? Grato.

  56. Lauro disse:

    Dr. Agnaldo, boa noite. Há registros médicos nacio./ou internac. de qual a taxa (ou quantidade) de soroconversão tardia? Eu tive um relação de risco com uma gp mas eu usei camisinha (exceto oral receptivo). Fiz testes 3a geração após: 32, 43 e 70 dias. 4a geração p24: 53 dias. Todos Não-Reagentes. Eu posso ficar tranquilo? porém eu ainda tenho alguns sintomas como rash, leve suor noturno, algumas dores nas articulações…Obrigado.

  57. Rodrigo disse:

    Ola Agnaldo, Hj acabei de realizar outro exame com 29 dias no CTA e deu nao reagente. Posso respirar mais tranquilo ou quem sabe até mesmo encerrar o caso? O que o sr. me aconselha.
    Obrigado.

    • Em 30 dias, 90% das infecções são detectadas. Refaça os testes em 60 dias para encerrar o caso. Por isso, fique tranquilo.

      • Rodrigo disse:

        Olá Agnaldo hj acabei de fazer outro exame com 37 dias no CTA – Teste rápido. Como percebeu nos meus últimos posts ainda estou muito nervoso cada minuto parece uma eternidade. Com esse resultados 16, 24, 29 e 37 dias posso ficar mais aliviado ou até mesmo encerrar o caso? Muito obrigado

      • A janela imunológica é de 30 dias, mas por causa de pessoas que tem doenças ou estão em situações que o sistema imunológico é pouco diminuido (gestantes, transplantados,etc) a janela imunológica vai até 60 das. Por isso, fique tranquilo.

  58. Roberto Slongo. disse:

    Ola, so uma duvida. Passei por uma situaçao de risco. fiz exames de 3 geraçao com 32 e 41 dias. Tambèm com 41 dias fiz um exame de PCR qualitativo. Todos negativos. Posso encerrar o caso, pois o pcr pesquisa o virus, entao nao teria a tal soroconversão tardia ? obrigado.

  59. Giliane disse:

    Ola Agnaldo, preciso da sua ajuda fiz sexo oral a aproximadamente 1 ano, e eu tinha colocado um piercing em menos de 1 semana na boca. Fiz teste recentemente (HIV 1+2 antigeno e anticorpos) e deu nao reagente, levando em conta o tempo e os varios sintomas como dor de garganta e rash, pode ter dado falso-negativo?
    Obrigada

    • Se você fez o teste após 60 dias e o resultado foi não reagente, pode ficar tranquila, independente de sintomas. Porém procure um médico pois podem ser outras dsts, como a sífilis, que na fase secundária apresenta rashs muito depois de haver ocorrido a infecção. Mas só um médico poderá dizer o que é, após pedir exames.

  60. Roberto Slongo. disse:

    Tenho ainda uma duvida na questao do PCR qualitativo. Porque ele é tao pouco usado? NO exame diz que so detecta nivels iguais ou superior a 40 copias do virus , normalmente alguem com virus teria numeros bem superiors ? e porque é pouco falado deste exame se ele detecta o virus diretamente ? e pelo que vc sitou.. é entao 100% fiavel. obrigado.

    • Ele é pouco usado porque é caro. Nenhum teste é 100% (con)fiável, mas em 15 dias o PCR tem 99,9% de (con)fiabilidade. A questão de cópias tem a ver com pessoas que usam antiretrovirais, que podem ter níveis de vírus indetectáveis no sangue.

      • Roberto Slongo. disse:

        Obrigado, quanto a valores paguei R$ 160,00 e um de 3 geraçào custa R$ 52,00. é um pouco mais caro, Fiz em um laboratorio conviavel na minha cidade, http://www.alfalaboratorio.com.br com selos de qualidade e indicado por medicos. mas sempre fico recioso. Esse PCR foi feito com 41 dias, no mesmo dia fiz um de 3 geraçao q esquisa os anticorpos tb, e uns dias antes.. com 32 dias tb havia feito um de 3 geraçao. Posso dar entao meu caso por encerrado ? obrigado pela ajuda.

  61. Angelo disse:

    Olá Agnaldo….tive uma relação de risco há 105 dias….não tive febres e nenhum de outros sintomas relacionados, porém..surgiram umas pequenas mancha vermelhas em meu rosto que venho tratando com pomadas que somem, ao me expor ao sol elas retornam, não são muitas, apenas abaixo dos olhos e nariz e sinto tb um desconforto na região do pubes com leve ardência interna e sinto leve dor ao tossir e esforço físico. Como isso há possibilidade de estar com uma infecção por HIV tardia?

    • Os sintomas de infecção aguda aparecem de 2 a 6 semanas da relação de risco, não depois de 3 meses. Mas para ter certeza é só fazendo o teste anti-hiv mesmo. Podem ser as manchas normais da pele, stress, sífilis, etc. Por isso procure o CTA mais próximo de sua casa e faça a testagem.

  62. Rodrigo disse:

    Boa tarde, Agnaldo pra fim dessa agonia. Já fiz no CTA teste rapido 24, 29 e 37 dias, todos não reagente, Você acha que devo fazer o PCR em clinica? Ou posso ficar tranquilo e encerrar o caso? Muito Obrigado… aguardo ansioso.

    • Rodrigo disse:

      E hoje acabei fazendo outro com 43 dias. (teste rápido CTA – não reajente). Posso confiar nesses testes? Estou em qual probabilidade? Posso ficar tranquilo? muito obrigado

    • Agnaldo SL Neto disse:

      Você tem mais de 90% de chance de não estar infectado, porém deverá refazer os testes em 60 dias, ou fazer um teste com com janela imunológica menor, como o PCR se preferir. Por isso, fique tranquilo.

  63. beatriz disse:

    oi Agnaldo … tenho mais uma duvida…. fiz mais um teste apos 111 dias da relação de risco…NEGATIVO graças a deus .. pedi para a pessoa fazer o teste tbm NEGATIVO porem ainda tenho ingua na virilha meu medico (ginicologista) receitou antibiotico a ainda nao sumiu .. e algumas manchas vermelhas parece espinha nas costas … nao consigo durmir nao tenho aliementado direito estou com muito medo… queria saber sua opnião.. vc acha necessário fazer o PCR qualitativo??? a moça do Cta disse que nao preciso me preocupar com hiv pq este exame é muito senssivel …mas estes sintomas estao me deixando louca… o que vc acha??? obrigada Beatriz

    • Agnaldo SL Neto disse:

      Com esse teste você pode encerrar o caso. Manchas podem ser stress, sífilis ou qualquer outra coisa, menos HIV! Por isso, fique tranquila!!!

  64. Bruno Costa disse:

    No dia 12/04/12 tive um contato de risco na posição passiva, a camisinha estourou na hora da ejaculação do parceiro. No dia 26/05 comecei a ter sintomas leves de infecção viral, como febre baixa, dor no corpo e algumas manchar vermelhas no tronco. No dia 29/05/12 fiz um exame [Imunoensaio de eletroquimioluminescencia para deteccao simultanea do antigeno p24 do HIV-1 e dos anticorpos contra o HIV-1] com resultado não reagente.

    Aproximadamente no dia 15/09/12 comecei a sentir dois linfonodos aumentados na região do pescoço. No dia 25/09/12 fiz um hemograma, uma ultrassonografia e um raio x de torax que não apresentavam nenhuma alteração. Por segurança, fiz uma série de sologias para doenças que poderiam causar linfonodos (Hepatite A, B e C/ Siflis/ Toxoplasmose/ Citomegalovírus / Epstein Barr/ HIV pelo mesmo método do exame que havia feito anteriormente, no mesmo laboratório).

    Todos as sorologias deram não reagentes para o anticorpo IGM e reagente para o IGG, exceto o Epstein Barr, que deu IGG: 780 u/ml e IGM 25,5, ou seja, pelo padrão do laboratório seria um resultado indeterminado (determinado até 20 u/ml, indeterminado 20 a 40 u/ml e determinado acima de 40 u/ml). Ligaram para o meu médico pedindo que eu fosse coletar uma segunda mostra para o exame de HIV pois a sorologia tinha dado reagente. Vão fazer a confirmação por WBlott. O laboratório avisou que para o ELISA a média de falso-positivo é de 80%, que acabam dando negativo com o WBlott.

    Estou apavorado! Seria possível que o exame que fiz no dia 29/05/12 tenha dado falso negativo e esse linfonodos sejam por causa do HIV? Ou o exame teria dado falso-positivo por conta de o epstein barr IGM ter dado alterado? Li na internet que infecção por epstein barr pode dar falso-positivo no exame de HIV.

    • O exame que fez de 4ª geração em 29/05 é confiável e casos de falso-positivos podem existir. Por isso refaça os exames para um diagnóstico mais preciso. No Cta de sua cidade eles podem te dar informações mais atualizadas à respeito. Por isso, fique tranquilo.

  65. Pedro Jr. disse:

    Boa tarde. Fiz o exame rápido com exatamente 32 dias e deu “não reagente”. Tive uma relação de sexo oral (a pessoa fez oral em mim) e agora estou com dores na garganta, ouvido e de cabeça e algumas feridas na pele. Como estou muito preocupado e isto está afetando o meu dia-a-dia, gostaria de saber se posso me tranquilizar ou se devo repetir os exames em 45, 60, 90 ou 120 dias? Obrigado.

    • Pedro Jr. disse:

      Além disto, tenho dúvida com relação a fase aguda do HIV. Li em alguns locais que pode ser de 3 a 6 semanas após o ato de risco e dizem que neste estágio o exame pode não identificar o vírus, dando um falso negativo. E depois falam que a janela é de 30 dias. O que é o correto? Mesmo se estiver com os sintomas e já tiver passado os 30 dias o exame é confiável? Obrigado.

      • A janela imunológica depende do tipo de teste realizado, mas os exames de uma pessoa com hiv começam a se positivar na fase aguda, pois é o momento que o organismo começa a combater a infecção. Os testes-rápidos hoje conseguem detectar uma infecção à partir de 21 dias. Pelo tipo de relação que teve, muitos especialistas encerram o caso em 30 dias. De qualquer forma, faça testes para outras DSTs que são mais fáceis de se infectar (sífilis, herpes)e têm sintomas parecidos, e refaça o teste anti-hiv aos 60 dias, porém fique mais tranquilo.

      • Pedro Jr. disse:

        Prezado Agnaldo, muito obrigado pela rápida resposta. Fico muito agradecido. Gostaria de parabenizar pelo trabalho que realizas aqui, sanando dúvidas dos leitores.
        Após muito ler sobre o assunto, vejo inúmeras informações desencontradas, como por exemplo, janela de 30 dias ou janela de 6 meses. A dúvida que ainda fiquei é justamente com relação a janela de 30 dias e a fase aguda. Li na maioria dos sites que a fase aguda acontece entre 2 e 6 semanas, que a janela imunológica é de 30 dias e que pode acontecer de falso reagente durante a fase aguda. Não entendi mais nada, pois por essa lógica os testes seriam confiáveis somente após o período da fase aguda, ou seja, após a 6ª semana. Se souberes explicar, ficarei ainda mais agradecido.
        Novamente, parabéns pelo trabalho.

      • Existe um ditado entre médicos, que é o seguinte:”Quem tem um médico, tem um médico;quem tem dois, tem meio médico e que tem três médicos, não tem nenhum…”. Esse ditado existe porque há muita divergência entre eles com relação a pareceres, o que se deve a atualizações que faltam a alguns deles. Não estão errados, pois a Medicina é uma só, mas falta estar em dia com as novas descobertas dela. E é por isso que o governo convenciona procedimentos, inclusive a janela imunológica para testes de hiv. Ele não leva em conta só a sensibilidade dos testes, mas também a experiência clínica e uma forma facilitada de passar isso à população. Por exemplo, testes rápidos têm sensibilidade à partir de 21 dias, mas a janela imunológica é de 30 a 60 dias. Testes de 4ª geração têm janela imunológica de 15 dias, mas o governo informa que é 22 dias. A fase aguda na maioria das pessoas é de 2 a 4 semanas, o que ocorre em 92% dos infectados. Porém os sintomas da fase aguda são muito parecidos com os de outras DSTs, o que se diferencia quando aparecem sintomas específicos e moderados de DSTs (um cancro na sífilis, bolhas limitadas da herpes,etc.). Sintomas agressivos de DSTs podem indicar uma segunda infecção da DST ou uma co-infecção hiv (múltiplos cancros na sífilis, lesões gigantes de herpes, etc.). Quanto a questão de os testes se positivarem à partir de seis semanas, isso tem a ver com anticorpos, e os testes de hoje não buscam mais só anticorpos, não importando tanto se está na fase aguda ou não. Na verdade os testes de anticorpos começam a se positivar após o aparecimento do rash cutâneo, ainda na fase aguda, pois o rash específico de hiv é uma reação dos anticorpos da pele à infecção. Por isso, fique tranquilo.

    • O tipo de relação que teve tem baixo risco de transmissão, tida por alguns especialistas como de risco zero. Um teste não-reagente os 30 dias é um bom prognóstico, porém refaça os exames em 60 dias para encerrar o caso.

  66. fiz un examen de 4 a geracao com 23 dias.o resultado foi nao reagente com o indice=0.134.Posso ficar tranquila??’me responde or favor

    • Sí, puedes quedarse tranquila porque las pruebas de 4 ª generación, hechas en 22 días tienen 99,9% de confiabilidad.
      Sim, pode ficar tranquila, pois testes de 4ª geração, feitos em 22 dias têm 99,9% de confiabilidade.

  67. entao ja posso encerrar o caso??o e preciso repetir o ex??obrigado

    • A janela imunológica é determinada pelo governo e a sensibilidade de testes é determinada pela geração deles. A janela imunológica é de 30 a 60 dias, e a sensibilidade do teste de 4ª geração aos 23 dias que você fez é de 99,9%.

  68. muito obrigado agnaldo.pelo menos agora tou mais aliviada por k eu nem conseguia dormir.vc e un anjou.bj

  69. mbpb disse:

    Fiz um teste de hiv por eletroquimioluminecencia e por Western Blot, o do Western Blot deu negativo e o de eletroquimioluminecencia deu: 0.283 esse resultado pode ser considerado positivo?

    • O teste Western Blot é usado caso algum exame hiv dê positivo, para descartar falsos positivos. Se o WB foi feito fora da janela imunológica, é um resultado definitivo, não testes comuns de sorologia.

  70. fiz otro ex de 4a geracao com 30 dias.deu nao reactivo o indice 0,124.o otro que eu fiz com 23 dias o indice era 0,134.o q quere dizer essa diferenca??me responde por favor.obrigado

  71. bom dia.tive um contacto sexual vagina desprotegido com ejaculacao com um rapaz com uma sorologia desconhecida.qual e o risco de eu pegar o hiv com um so contacto?apos 30 dias eu fiz o teste de 4 a geracao.o resultado foi negativi.e preciso repeti lo ou com 30 dias ja e bastante confiavel?

    • O risco de ter hiv em uma relação do tipo que mencionou é de 5 em 10.000 exposições. Segundo o Dr Victor Bezerra, do site Aids Portugal, testes de 4ª geração aos 30 dias têm 99,9% de confiabilidade. Quanto a refazer o teste de novo, só um médico aí de Portugal pode dizer, através de uma consulta.

  72. tou com uma duvida.tenho uma sesnsacao tipo picadas no meu pescoço.nao e dentro da garganta.as simtomas de hiv e dor de pescoço ou e dor na garganta.eu tou muito asustada.me ajuda por favor com essa duvida.obrigada

  73. gabriel disse:

    fiz um teste hiv de 4a geracao com 29 dias e deu nao reagente,esse resultado com esse tempo foi suficiente ou eu deveria ter esperado + 1 dia para ter feito com 30 dias? essa diferenca de 1 dia muda alguma coisa ??

  74. hsbjr disse:

    Olá Agnaldo, primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo site, realmente de utilidade publica. Seguinte, tive uma relação com uma gp, e estava muito embreagado, lembro de ter colocado o preservativo e nao sei se tirei no meio da relação, na realidade dormi durante a relação. Umas 2 semanas apos tive uma febre que durou uns 3 dias, e comecei a ficar desesperado imaginando o pior, que poderia ter me infectado pelo hiv. Após 37 dias fiz um rapid check no CTA da minha cidade, não reagente, mas a profissional me orientou a voltar quando fizesse 60 dias da situação de risco. Voltei ao CTA com 61 dias, novamente não reagente, fiquei tranquilo uns 2 dias, mas novamente estou me sentindo ansioso e com medo apesar da profissional do CTA me garantir de que com 2 meses da relação já é janela suficiente e eu ter contraído a doença. Sei que deve receber milhares de perguntas assim, mas você acha que devo encerrar o caso com estes dois testes? muito obrigado

    • Faça testagens para outras DSTs, que tem sintomas muito parecidos, pois já deve encerrar o caso quanto ao hiv, com testes não-reagentes aos 60 dias.

      • hsbjr disse:

        Agradeço sua atenção Agnaldo, fiz a testagens para as outras DSTs também, não reagente, inclusive a aconselhadora do CTA me orientou a tomar vacina para hepatite, acho que a B, são 3 doses. Acho que vou procurar ajuda psicoterapeutica, ja que nao paro de pensar nisso.
        muito obrigado mesmo.

  75. alguem me pode responder por favor

  76. muito obrigado agnaldo pelas respostas.

  77. Victor Silva disse:

    Olá, tive um contato de risco há exatamente um ano, novembro de 2011, tomei dois dias do coquitel anti-hiv e fiquei dois dias sem tomar, voltei com o coquitel e o tomei por 15 dias. Doei sangue em 12 de março de 2012 e meu sangue foi aproveitado, contudo, sito vários sintomas como manchas na pele, ganglios inchados e problemas de visão. Gostaria de saber quais as chances de eu ter o vírus, por favor responda pois tenho um filho de um ano e estou pensando até em suicídio!!

    • Os exames anti-hiv devem ser feitos 60 dias após o término da terapia antiretroviral, independente de seguida a risca ou não. Como você fez o teste para doar sangue no mínimo 3 meses depois de parar de tomar os medicamentos antiretrovirais, pode ficar tranquilo. Se tivesse algum problema com o sangue o laboratório teria entrado em contato. E testes de 4ª geração não precisam tanto do sistema imunológico porque pesquisam também partes do vírus. Seus sintomas podem ser de sífilis (fase secundária).Por isso, procure um médico para se testar de sífilis, e fique tranquilo!!!!!!!!!!

      • Victor Silva disse:

        Na verdade vou explicar melhor meu caso.
        Eu tive a relação de risco em 20 de novembro de 2011, tomei o coquitel por 17 dias, sendo que dois dias eu n tomei, totalizando 20 dias, ou seja, 10 de dezembro.
        Quando doei sangue fiz exames de sífilis, hiv 1 e 2, Hepatite A e B, deram todos negativos. O médico no dia da entrega do exame me chamou em uma sala do hemocentro e eu nunca tive tanto medo na minha vida, contudo, ele me chamou lá para falar que eu tinha um gene recessivo e que meu filho poderia nascer com anemia falciforme. Isso foi no dia 12 de março de 2012, desde então meus sintomar só tem piorado. Meu filho tem rinite e catarro e caroços pelo corpo, eu n tenho conseguido dormir pensando nisso todo tempo.
        Vc acha q existe uma chance, mesmo que pequena de eu ter passado para minha esposa o vírus, ter sido curado pelo coquitel e ter pego novamente dela depois?
        Eu n estou mais aguentando essa sensação, por favor me ajude com seus conhecimentos.

      • Sua mulher fez pré-natal? Se ela fez, eles fizeram pelo menos duas testagens hiv nela. Se ela não fez, fizeram pelo menos uma testagem nela pouco antes do parto, isso é protocolo médico. Para haver transmissão de hiv em uma pessoa infectada precisa-se de 15 dias pelo menos, e parece que nesse período você estava fazendo a profilaxia (terapia), supondo que estivesse infectado. Se não falaram nada para ela, pode ficar tranquilo, mas leve o seu filho ao médico pois pode estar tendo mesmo sintomas da anemia falciforme, e dev haver nesse caso um acompanhamento regular.

  78. João disse:

    Olá Agnaldo,
    Diante de tantas informações fiquei um pouco preocupado, tive uma única relação que envolveu o sexo oral ativo em uma mulher de sorologia desconhecida, após 3 meses do risco, realizei em um CTA um teste rápido (HIV e Sifilis), deu nao reagente, a enfermeira disse ser confiável, mas eu não perguntei se seria necessário repetir o exame após um mês. Você poderia tirar essa dúvida? Quais seringas eles utilizam? descart[aveis? Obrigada.

    OBS.: se realmente não houver necessidade, não quero passar por isso novamente, uma angustia enorme antes do resultado.

  79. Denis disse:

    Olá, meu caso foi o seguinte: tive relação sexual somente (oral sem camisinha recebi o oral) no dia 16 de agosto 2012 depois de uns 7 dias tive uma uretrite fui no urologista, tomei o remédio fiz o exame de urina que o médico pediu e não deu nada mas disse a ele que ainda continuava o corrimento no pênis ele disse q poderia ser a cicatrização da uretra e acho q não estou legal, devo procurar outro médico pois venho tendo sintomas minha língua fica um pouco esbranquiçada oque devo fazer e ainda não tive coragem de fazer o teste de hiv, até pq o médico nem solicitou o que devo fazer ..Abraços!

  80. rafael disse:

    BOM DIA AMIGO,ME CHAMO RAFAEL,MEU DRAMA É O SEGUINTE…
    HA 05 MESES ATRAS ME RELACIONEI COM UM CARA QUE CONHECI ATRAVES DA INTERNET…NUNCA TINHA ME RELACIONADO COM ALGUEM E ELE FOI A MINHA 1 VEZ…TRANSEI COM ELE 3 A 5 VEZES EM DOIS MESES…SO ME LEMBRO QUE UMA VEZ FOI COM CAMISINHA E OUTRA VEZES FOI SEM(FUI IDIOTA EU SEI)DEPOIS A GENTE BRIGOU E NAO NOS VEMOS MAIS..TIVE FEBRE DE 39 GRAUS(MAS MINHA MAE TAMBEM TEVE).A PARTIR DAI SURGIU MINHA PREUCUPAÇÃO E MEU PSICOLOGICO FICOU MUITO ABALADO MESMO TAO ABALADO QUE EU DISSE PRA MINHA COLEGA QUE SE EU TIVESSE PEGADO HIV EU IRIA ME MATAR….BOM TIVE CORAGEM E FIZ 2 EXAMES…
    UM TESTE RAPIDO COM 112 DIAS E UM TESTE DE QUARTA GERAÇÃO TAMBEM COM 112 DIAS(FIZ OS 2 JUNTOS)DERAM NÃO REAGENTES GRAÇAS A DEUS…)SENDO QUE TEM NO MEU CORPO ALGUMAS BOLINHAS VERMELHAS COM SE FOSSEM PICADAS DE MOSQUITO,SENTI QUE EU EMAGRECI MAS QUANDO ME PESO ESTOU COM O MESMO PESO ANTES DA RELAÇÃO,SURGIU 1 OU 2 BOLAS COM SE FOSSEM FURUNCO(NAO SEI SE É RASH CUTANEO) NO MEU CORPO,TENHO ALGUNS BOLAS VERMELHAS PELO PEITO(MINHA MAE DISSE QUE É O CALOR)UMA VEZ FIZ FEZES QUE SAIRAM VERDE,SUORES E TAL…EU TENHO PRA MIM QUE ESSES SINTOMAS MEUS SÃO TODOS PSICOLOGICOS MESMO,POIS EU ME OLHO O DIA INTEIRO PRA VER SE NAO TEM NENHUM SINTOMA OU IMPERFEIÇÃO NO MEU CORPO…
    AS PERGUNTAS SAO:
    sintomas psicologicos existem?
    o teste que eu fiz é confiavel é definitivo(vou fazer outro agora)?
    o que é o cut-off no exame(o meu deu 0,90 e me deixou preucupado)???
    desculpe amigo…mas quem escreve é um gay idiota e infantil que se deixou levar por palavras de amor e por que a pessoa me disse que fazia testes e eu poderia ficar despreucupado…abraços fiquem com deus….!

    • Não se preocupe com sintomas se seus testes hiv são não-reagentes após 60 dias. Seu resultado para essas relações de risco é definitivo.Porém deve se testar para herpes, sífilis, hepatite e outras DSTs.

  81. Rics disse:

    Ola, este site é português ou brasileiro?
    Fiz um teste hiv em portugal (60 dias depois de uma situação de risco que tive com uma rapariga de sorologia desconhecida). O teste tinha o nome “pesquisa anti-corpos hiv1 e 2″ -o resultado foi nao regente.
    Este teste é de segunda ou terceira geração? Ainda se fazem testes de segunda geração em portugal? Sabem me responder a esta pergunta? Obrigado.

    • O site é internacional.A janela imunológica em Portugal é de 90 dias, mas com 60 dias 99,9% das infecções são detectadas. Mas para se ter informações específicas sobre o seu teste, você deverá verificar no laboratório onde fez a testagem. Os testes usados hoje são de terceira ou quarta gerações.

  82. Rodrigo disse:

    Olá Agnaldo. Parabéns pelo seu site!
    Gostaria que você me ajudasse. Tive uma relação de risco e com 2 meses fiz um teste rápido que detectam anticorpos, na rede de saúde pública. Repeti com 3 meses, também deu negativo, porém não consigo de parar de pensar. Posso confiar nesses dois testes(2 e 3 meses) com esse período ? Agradeço

  83. maria disse:

    boa noite agnaldo.um ex de 4 a geracao apos 6 semanas e bastante confiavel ou e preçiso refaze lo??eu tou a sentir uma dor no pescoço por fora nao por dentro.simptomas hiv sao dores de garganta ou dor de pescoço?

  84. julia disse:

    ola gostaria muito de uma resporta fui estrupada a um ano atraz por um homem soropositivo ,o ultimo exame que eu fiz tem dez meses sendo ja o quarto exame onde todos deram nao reagentes,posso ficar tranquila ou ainda existe possibilidades de algum exame da positivo?

    • Você deve encerrar o caso. Seus testes são suficientes para descartar uma infecção.

    • julia disse:

      muito obrigado mesmo foi de grande ajuda apesar de todo meu medo,valeu mesmo por tirar essa duvida e agustia.acredito que nao existe situaçao pior do que contrair hiv por um estrupo,mais deus estava comigo e ate hoje agradeço tanto por meus exames ter dado todos negativos ,obrigado mesmos fique com deus.

  85. Carlos disse:

    Estou com uma dúvida na cabeça, por favor me ajuda! Gostaria de saber se esse exame com essas características abaixo são de 4ª geração e se um resultado de 30 dias após situação de risco é confiável, pois to muito nervoso e preciso de algo rápido pra me acalma um pouco:
    Segue o exame:

    Método: Quimioluminescência
    Conforme Portaria n° 151 de 14/10/09 do Ministério
    da Saúde.
    Pesquisa simultânea de Antígeno p24 do HIV e
    Anticorpos para o HIV-1 (grupos M e O) e HIV-2.

    Muito obrigado pela atenção.

  86. fernanda disse:

    bom eu fiz um exame com130 dias e deu nao reagente posso confiar fiz hiv 1 e 2

  87. Carlos disse:

    Olá fiz o exame 32 dias depois do contato de duvida ( não sabia se a pessoa portava o virus )
    Peguei o resultado do meu exame que consta

    (Metodo: Imunoensaio quimioluminescente por microparticulas (CMIA), de 4a. Geracao
    Resultado (Etapa I) Nao Reagente
    0,17 S/CO )
    Pelo que li aqui eu posso ficar tranquilo, 1% de chance de haver algum erro
    Confirma ?

  88. Antônio disse:

    Bom Dia, tive contato da palma da minha mão com um papel que tinha sinais de sangue passados anteriormente por um funcionario que se feriu e deixou cair neste papel e depois de alguns minutos, tive contato com este papel com manchas de sangue, sendo que a parte da minha mão que tocou o papel com sangue estava sem cortes, feridas. Devo me preocupar?

    • O vírus hiv morre imediatamente no meio externo, e para haver infecção é necessário uma ferida aberta e uma quantidade suficiente de vírus, segundo pesquisas. Mas se preferir, faça uma testagem em trinta dias, mas não tenho conhecimento de ter havido infecções desta forma. Por isso, fique tranquilo.

  89. Mauricio disse:

    Boa noite, no final de abril tive uma relação homossexual desprotegida a onde fui somente ativo no mesmo dia levei um choque quando o cara me confessou que era soropositivo enfim sai de lá direto para o hospital a onde me indicaram a profilaxia fiz todo o tratamento passei muito mal durante 30 dias e fiz todos os exames ate outubro fechando 6 meses de consultas e exames todos negativos! No final do mês de outubro eu tive duas relação a onde o preservativo estourou e novamente minha surpresa o cara era positivo também e eu fui somente ativo. Minha duvida já fiz teste rápido e deu negativo porem achei que não completou os 30 dias já procurei diversas pesquisas publicações a respeito e não acho esta informação eu tendo feito a profilaxia fico protegido durante um tempo ou mais sensível a agentes infecioso e ate mesmo ao HIV? Vou esperar mais 30 dias somando 60 dias e fazer novos exames.

    • Não fica nem mais suscetível, nem mais protegido. A profilaxia serva para a situação de risco para a qual foi iniciada a medicação. Para todas as situações de risco desse tipo devem haver a profilaxia, e estas devem ser seguidas corretamente. Os testes devem ser feitos 60 dias após o fim da profilaxia.

  90. Carlos disse:

    Olá, estou com manchas vermelhas aparecendo no corpo todo, não ficam por mais de 1 hora aproximadamente, ja apareceram na perna, tronco e no braços, as vezes elas coçam, ficam um pouco salientes, e também minha pele reage quando eu passo a unha com a parte de cima( sem arranhar ) e os poros ficam salientes, fiz exame de hiv e sifilis e deu negativo, alguma informação sobre isso ? quero ter uma base, pra saber qual médico procurar.

  91. Antônio disse:

    O metodo HIV COMBINADO, METODO ECLIA, TOTALMENTE AUTOMATIZADO, EQUIPAMENTO COBAS 6000 (MÓDULO e 601), reagente importado e distribuído por Roche Diagnóstica Brasil Ltda. eSTE METODO PERTENCE A QUE GERAÇÃO?

  92. wesley disse:

    fiz exame com janela 7 dias,20dias,50dias , todos nao reagente.

    fiz exame 4 geraçao com antigeno p24.

    tem algum risco?

  93. Antônio disse:

    Apos 42 dias do acontecido, sendo resultado não reagente, metodo eclia, HIV combinado, ainda a o que se preocupar?

  94. Wesley disse:

    exame elisa 4 geraçao e antigeno p24 com janela de 7.20 e 50 dias todos nao reagente

  95. Samuel Brito disse:

    Como saber a geração do teste realizado? Fiz um teste após 35 dias no CTA. É confiável?

    • Depende do CTA. Na maioria dos CTA e postos de saúde são utilizados testes de 4ª geração. Mas para ter certeza, ligue para o local onde fez a testagem, e pergunte sobre a geração dos testes ou se pesquisam o antígeno p24.

  96. Antônio disse:

    Apos 42 dias do acontecido, sendo resultado não reagente, metodo eclia, HIV combinado,4º geração com detectação do antigeno p24(segundo laboratorio) ainda a o que se preocupar?Porcentagem de segurança?Risco foi de ter cortado a cuticula no salão de beleza, com alicate esterelizado.

  97. wes disse:

    50 dias de janela metodo elisa 4 geraçao .
    posso ficar susssegado?

  98. wes disse:

    nao preciso refazer outro?

  99. wes disse:

    mas com 50 dias eu posso esquecer o assunto né ?
    pois nao tenho nada

  100. Davi disse:

    Ola tudo bem? Fiz um teste com 30 dias do ELISA 4a geração… Não reagente 0,67 cut off 1.0…
    Posso ficar tranquilo? Tive contato com sangue durante uma briga e tive ferimentos expostos… Penso em fazer com 43 dias… Se fizer com 43 é CERTEZA?

  101. Ricardo Amaral disse:

    Agnaldo, na verdade fui vítima de um boa noite cinderela quando estava em um motel e nao me lembro de nada, (na verdade nem sei se transei(, com um cara), pois eu desmaiei e acordei somente umas 5 horas depois, e ai muito preocupado do cara querer me sacanear, fiz um exame de 4º geração com 40 dias após esse acontecimento dando não reagente. fico sussegado e encerro e caso? desculpe ser repetitivo, mas é que cada caso é sempre uma neura muito grande. obrigado

  102. wes disse:

    não sei se estou com uma faringite , estou com umas bolinhas atras da amidalas.
    é umas 2 a 3 bolinhas .
    Minha esposa me disse que é tipo um pus .

    estou com dor e ardencia.

    sera que é sintoma de hiv?

    fiz exame de hiv com 7,20 e 50 dias de janela.

    • Isso pode ser cáseo, um tipo de infecção nas amídalas, causada por restos de comida. Só um médico pode dizer se deve encerrar o caso ou não, mas com 50 dias normalmente não pedem para que refaça testagens anti-hiv. Procure um CTA mais próximo de sua residência, e solicite melhores informações e avaliação.

  103. Henrique disse:

    Bom dia, tenho uma duvida tenho relacionamento com outro homem, a 03 anos e recentemente ele fez o exame 03 vezes e todos deram REAGENTE. De imediato fiz também 03 elisas, e todos deram NÃO REAGENTE, não sei afirma exatamente quando ele adquiriu a doença por isso estou muito preoculpado, a 1º duvidada é isso e possível ? 2º eu sempre fui ativo isso influencia em eu não ter contraído ainda. De imediato parei de ter relacionamentos com ele. estou esperando passar + 30 dias para realizar o teste novamente. Alguém por favor me ajude.

    • Você não informou quando o teste dele deu positivo, qual a geração do teste que fez e quando foi a última relação que teve com ele. Sem esses dados só posso afirmar que um teste se positiva no mínimo em 15 dias, e é necessário pelo menos 15 dias da pessoa infectada para ela começar a transmitir o vírus. Relações de risco anal insertiva tem probabilidade de infecção de 6,5 em 10.000 exposições, com pessoas sabidamente portadoras do vírus. Por isso, fique tranquilo, e procure um CTA mais próximo de você para melhores informações (acesso o link http://www.aids.gov.br/tipo_endereco/centro-de-testagem-e-aconselhamento para saber qual é o mais próximo de você).

      • Henrique disse:

        Agnaldo primeiramente muito obrigado, pela resposta, ve só a ultima relação com ele foi dia 24 do 11, e o ultimo teste que eu fiz foi dia 06 do 12, dos laboratorios que fiz os testes apena 01 disse que o teste era o de 4º geração o qual fiz dia 28 do 11.
        Ele fez os teste dias 20 / 22 e 30 do 11 todos deram reagente ele agora esta aquardando o teste west blot, para confirmação. Então não se sabe exatamente quando ele adquiriu a doença, outra coisa tinhamos relações constantes 02, 03 vezes por semana é possivel eu não esta infectado?. É mais uma vez muito obrigado mesmo, que Deus te abençõe.

      • Se o último teste que fez fosse de 4ª geração você teria mais de 99% de chances de não estar infectado. Dependendo da marca do teste ou se foi feito em um CTA, pode ser de 4ª geração, mesmo que não saibam disso. Nem todas as relações transmitem o HIV, mas é necessário aguardar a passagem da janela imunológica pára fazer as testagens necessárias.

  104. wes disse:

    afinal é 30 ou 60 dias de janela?

  105. Henrique disse:

    Agnaldo, por mais uma vez muito obrigado pela sua atenção, vou esperar a janela e refazer os testes, assim que sai te informo. Escutei um ditado que dizia o seguinte “ quem de uma escapa 100 anos vive” , então agora só com camizinha.

  106. wes disse:

    fiz sexo oral em uma travesti com camisinha , mas quando terminei vi que a camisinha tinha um furo.

    e agora

  107. Henrique disse:

    Agnaldo, boa noite.
    Realizei um teste hoje 26 -12. O resultado foi o seguinte.

    Teste Eliza………………………………………NÃO REAGENTE.
    Teste Imunocromatografico ……………. NÃO REAGENTE.

    As duvidas são.
    1º O que significa Imunocromatografico, é um teste mais potente?
    2º Já fazem 31 dias do ultimo contato de risco, como apresentou não reagente existe a possibilidade de ter sido eu que passei a infecção para o meu parceiro ou esta ideia já pode ser descartada.

  108. Nick disse:

    Existe perigo através do beijo de alguem que teve contato de risco e fez resultado 6 meses apos deu negativo,e beijou uma pessoa negativa que estava com um pequeno ferimento na boca?

  109. Ricarda disse:

    Tive uma relação de sexo oral passivo ( ele praticou em mim) somente e a quase 4
    anos , e nunca mais tive nunhum contato sexual de forma alguma.
    Agora no final de 2012 começei a não me sentir bem , com candidiase ,
    linfodenopatia , pescoço e virilha e foi ao médico , realizei a 26
    dias exames de siflis , hepatites b , c … e hiv 1 e 2 . Recebi o
    resultado a 02 dias e todos deram Não reagentes , sendo o hiv foi
    pelo método elisa.. só meu resultado para linfocitos que deu 1980 e
    42%, sendo que a padrão minimo esta até 1000. e as plaquetas deram
    139.100 .

    Fiz todos num
    laboratório particular, pelo meu plano de saúde. Devo confiar neste
    resultado mesmo não tendo tido mais nenhum contado sexual durante estes
    quase 04 anos , e sem esses tais períodos de janela, pois foram mais
    de 1000 dias .

    Grata pela atenção.

    • Se você não passou por outras situações de risco, deve ser algum outro tipo de infecção. Procure um médico e relate todos os sintomas.

      • Ricarda disse:

        Muito obrigada pela resposta.

        Não passei, essa foi a única, que irá completar 04 anos mês que vêm.

        Despois desse caso , nada mesmo. Sem nenhuma situação( sexo zero), nem mesmo beijo!! A única foi essa.. nem acidentes com material perfuro , nem recebimento de sangue.. nada mesmo . Até manicure não faço unhas em salões.. somente eu mesmo sempre as fiz com meus materiais.

        Mas, minha cabeça esta a mil . fui num CTA hj , mostrei meus exames que são recentes, e relatei meu caso e história .. a assistente social de lá não quiz me indicar o teste rápido, me pediu para procura um infectologista. Queria ter feito outro exame para me sentir mais aliviada.

        Mesmo assim , vou marca um médico e tb irei refazer todos os exames, em outro laboratório privado.

        Acha que devo refazer os exames? Com todo esse tempo?

        Abraços!!

  110. Nati disse:

    Boa noite, passei por uma situação que me deixou maluca começo do ano em mais um exame de rotina liberaram na internet o teste Elisa: reagente pela segunda vez, deu em uma mesma coleta 3 resultados diferentes: Elisa reagente x quimioluminescencia nao- reagente e WB indeterminado, fui em outro laboratório fiz o de 4 geração e deu negativo, após um mês refiz e deu novamente negativo, todas outras dst’s deram nao reagente so herpes deu reagente talvez por isso tenha alterado
    Isso mexeu mto com meu psicológico, agora em dezembro fiz mais um teste rápido que deu negativo, nao tive nenhuma relacao de risco, mas depois deste ultimo sai com um amigo, embora ele garanta nao ter nada, tem um filho saudável de um aninho, mas me previno, até no sexo oral e pro meu azar a camisinha estourou, tirei tao rápido quando ejaculou e fiquei transtornada ja achando que botei tudo a perder, estou esperando dar o tempo certo para fazer o exame, mas a chance e tao alta quanto nao usar o preservativo (minha relacao foi vaginal e nao havia sangramentos)? Fico me culpando e penso “como vou fazer sexo tranqüila, se até fazendo tudo certo pode dar errado” =(

    • Ter Herpes ou tomar vacina para gripe podem dar resultados falso-positivos, mas no seu caso foi descartada a infecção com outros testes depois. Apesar de tudo, a camisinha ainda é a forma mais eficaz de se prevenir de DSTs. Para você ficar mais tranquila, peça que ele faça um exame anti-hiv e você faça o teste quando passar a janela imunológica. E mesmo fazendo tudo certo pode dar errado, essa é a lógica da vida. Por isso, a camisinha deve ser usada mesmo entre marido e mulher. O risco dessa relação para hiv é de 5 para 10.000 exposições, muito menor do que para receptivo anal, que é de 3 em 1000. Para haver infecção é necessário que possuam cortes com sangramentos visíveis, pois ainda não foi provado que haja transmissão através de mucosas intactas.

  111. LuKe disse:

    Olá, boa noite! Recentemente também passei por situação de risco e fiquei preocupado. Minha última relação desprotegida foi em 24 de setembro de 2012, com meu ex de 2 anos. No início de setembro nós terminamos, mas voltamos 2 semanas depois e realmente não deu certo. Nesse meio tempo ele se relacionou com alguém e disse que houve um “acidente”. Enfim, em outubro ele passou mal, fez o teste e infelizmente foi diagnosticado com HIV e sífiis. Ficou louco!!! Mesmo tendo sido 100% ativo e tendo feito pouco sexo depois que voltamos, risco é risco. Bom, fiz meu exame com o kit Abbott-Architect – validade: 08/03/2013 – tecnica utilizada:quimioluminescencia CMIA – utiliza anticorpo anti-hiv p24 para a detecção do antigeno hiv p24) no dia 29 de novembro, 65 dias depois, e deu NÃO REAGENTE. No entanto, o VDRL deu reagente. Procurei uma infectologista, terminei de tomar as vacinas e farei outro exame depois para verificar a carga. Mas continuo preocupado com o hiv. Li acima que em testes recentes (3a e 4a geração) o resultado é confiável após 22 dias. No entanto, logo após fazer o exame acho que fiquei tão nervoso que desenvolvi diarréia, mas não ia ao banheiro toda hora e nem era liquida. Normalmente provinha de um frio na barriga logo após acordar e que durou umas 2 semanas e meia. Fiquei preocupado que pudesse ser um sintoma tardio. Não tive febre, rashs, caroços no pescoço ou axilas, não perdi apetite e nem peso (apenas um pouco de massa muscular, pois fiquei abatido e parei com minhas atividades físicas). A infectologista viu o exame e ouvindo os relatos acredita que eu possa ter escapado dessa vez, mas pediu que eu repetisse o exame no final de janeiro de 2013 (diria uns 125 dias após a última relação). Mesmo ela tendo sido otimista, tenho ficado nervoso e preocupado com os raros casos de soroconversão tardia. Meu histórico sempre demonstrou que costumo ser sintomático qdo desenvolvo doenças. Gostaria de uma segunda opinião. Posso ficar despreocupado, considerar o caso encerrado e fazer o exame tranquilamente apenas para atender ao pedido da doutora?
    muitíssimo obrigado!
    PS: segue em no link a foto do exame. Gostaria que desse uma olhada para ver se realmente está tudo ok e se realmente é um ELISA.
    Foto: http://postimage.org/image/927mf1w5d/

    • Ela te pediu outro exame pois o protocolo para relações de risco com pessoas sabidamente soropositivas é de 180 dias, o que não altera a capacidade dos exames de detectarem uma infecção em 30 dias. Por isso, fique tranquilo.

  112. henrique disse:

    O exame PCR QAULITATIVO PARA HIV é um exame seguro? e quanto tempo depois posso fazer esse exame apos a situação de risco?

  113. tiago disse:

    Boa tarde, tive uma relacao de risco, fiz o teste com 33 dias e com 52 dias os dois nao reagente preciso realizar outro teste ?

  114. Carlos jefferson disse:

    boa, tarde! ficaria muito feliz se pudesse ne ajudar, pois ja faz seis anos que nao tenho paz. em março de 2006 passei por um ato de risco. fiquei com muito medo e um ano depois, quando tive coragem de fazer o teste deu resultado nao reagente. mas eu começava a sentir um monte de coisas. depois de de ter feito o primeiro, fiz o segundo nove meses depois… mas sempre tenho esse fantasma. em julho de 2009 realizei outro teste por elisa, novame
    te nao deu reagente. eu ja nao aguento mais sofrer fazendo estes testes pois me mata por dentro. tenho medo de soroconversao tardia e morro de medo de contaminar minha noiva. por favor me ajude com algum exclarecimento. estou aguardando ansiosamente! obrigado!

  115. LuKe disse:

    por favor, com base nas informações deste exame, é possível afirmar que ele seja de qual geração?grato!

  116. Eduardo Jr. disse:

    Olá Dr. boa noite, como vai ?

    Meu caso é o seguinte, sou casado, a 3 anos, no dia 18/12 voltando de uma confraternização da minha empresa dei carona a uma GP onde a mesma me “agradeceu” me fazendo sexo oral, onde ejaculei em menos de 2 minutos e fui embora.

    Ja li em diversos lugares que o risco de contagio para o sexo oral passivo é zero por conta da IgA que inativa o vírus e etc, mas o sr sabe como é nossa cabeça certo? Nao tenho comido, dormido, interagido por conta de nao parar de pensar no bendito HIV, mesmo ja me convencendo que meu risco foi nulo, rs, e quando solteiro essa pratica de receber sexo oral sem camisinha era constante e nunca havia ficado preocupado…

    Minhas perguntas são as seguintes, com 27 dias de janela fazer um teste rapido já é 99% de alivio o resultado sendo NAO REAGENTE? Outra questão a 2 meses atras minha esposa fez o exame anti HIV por conta de uma cirurgia plástica, e o mesmo deu NAO REAGENTE, sempre fizemos sexo sem camisinha, inclusive em seu período menstrual, o sr considera mais um motivo pra um ficar tranquilo ? E a ultima questao qual a sua posição em relação ao sexo oral passivo, há riscos ou nao ?

    Desculpa o texto, a nóis e a ansiedade, rs, admiro muito seu trabalho, pode ter certeza que tem muitos fãs,

    Grande abraço, fique com Deus e obrigado desde já…

    • Não há casos de infecção do passivo no sexo-oral e há muitos pouco casos descritos de infecção para os ativos nessa prática, pela indução de sêmen na boca. Por isso, fique tranquilo.

      • Eduardo Jr. disse:

        Obrigado pela pronta resposta Dr, então se eu tivesse algo antes de conhecer a minha esposa ela teria contraído nesses 3 anos que estamos juntos praticando sexo sem preservativo, inclusive no período menstrual dele e com ejaculacao dentro? Esse exame dela NAO REAGENTE a dois meses atrasde certa forma tbm serve pra me deixar tranquilo quanto a se eu tivesse contraído algo antes de conhece-lá ?

        Novamente agradeço a ajuda e desculpa pelas n duvidas, rsrs

        Grande abraço, fique com Deus!

  117. Henrique disse:

    Caro Agnaldo.
    Fiz um exame de PCR QUALITATIVO e um Teste de Western Blot para HIV o resultado foi.
    Coleta: 03/01/2013

    O Western Blot:
    Ausências de bandas em todos
    P17 Ausente
    P24 Ausente
    P31 Ausente
    GP 41 Ausente
    P51 Ausente

    HIV, PCR QUALITATIVO:
    Resultado _______________________ Não Detectado
    Método: RT-PCR (Abbott Real Time HIV-1)
    Limite de detecção: 40 Cópias de RNA/mL
    Referencial: Não Detectado.

    Dia 03 fazem exatamente 40 dias da ultima relação de risco. Sei que devo espera os 180 dias para te certeza, pois tive relação com sexo anal não protegido eu sendo o ativo com pessoa sabiamente positiva porem com essa sensibilidade do teste já posso ficar mais tranquilo?

  118. Henrique disse:

    Doutor Boa Tarde.
    No ultimo dia 21 de Janeiro que fazem exatamente 58 dias apos a ultima exposição de risco. Fiz outro PCR Qualitativo que deu NEGATIVO.
    É fiz um eliza dia 05 de fevereiro que fazem exatamente 73 dias apos a ultima exposição de risco.
    também deu negativo. Como meu parceiro era positivo ainda preciso esperar os 90 dias ou posso me tranquilizar.
    Desde já muito grato pela sua atenção.

  119. wes disse:

    teste rapido feito apos 55 dias de risco. (nao reagente)
    Encerro o caso?

  120. rodrigo disse:

    preciso de ajuda, fiz sexo oral em outro rapaz foi rapido e sem ejaculação nem tenho certeza se saiu o liquido lubrificante. Tempos depois eu fiquei sabendo que ele estava com suspeita de ser soropositivo, aproximadamente 59 ou 70 dias apos o contato (não sei exatamente a data, daí a aproximação) fiz o teste rapido no cta e deu negativo, estou planejando fazer outro 30 dias depois, mas me disseram que quando a relaçao foi com pessoa sabidamente soropositiva a janela imunologica e de 180 dias, estou angustiado com isso, o que devo fazer?

  121. Pedro disse:

    Prezado Agnaldo. Já tirei uma dúvida com você há um tempo atrás e admiro muito o seu trabalho aqui. Gostaria de saber o seguinte: cortei meu dedo e acabou sangrando um pouco. Aproximadamente 1 hora depois disso, toquei a vagina de uma menina, não cheguei a penetrar, somente friccionar o dedo com o corte (que neste momento já não sangrava mais é claro). Gostaria de saber se há algum risco nessa situação e se o risco é muito alto? Fico no aguardo.

    Obrigado.

  122. miguelportugal disse:

    olá doutor. 1º queria dar-lhe os parabéns por este site. esclarece muitas duvidas.
    A minha duvida ´´e a seguinte: tive um comportamento de risco que me deixou abalado, pois foi com uns copos a mais e não sei quem é a mulher com quem estive, e 72 dias após esse comportamento fui ao CAD de Évora fazer um teste rápido que deu negativo. posso ficar descansado doutor? por favor responda porque ando muito inquieto.
    desde já obrigado

  123. José Cláudio disse:

    Meu caro, Neto!
    Estou desesperado imploro por uma ajuda, fiz o Rapid Check em um CTA com 35 dias resultado não reagente. Estava relativamente tranquilo, no entanto com 40 dias comecei a sentir minhas pernas e pés formigando e com uma leve dor que com os dias subiu para as vezes braços e rosto, além de sentir minhas veias e nervos pulando, contraindo tipo espasmos por todo o corpo. Já tem dias que não durmo bem nem me alimento bem me sinto cansado e com náuseas e durante a noite piora esses quadros. Esses sintomas podem ser sinal da síndrome retroviral aguda? Qual sua opinião sobre o meu relato. Oque devo fazer na sua opinião.

    • Os testes rápidos utilizados hoje são de 4ª geração e já conseguem mais de 99% de confiabilidade, pois também pesquisam o vírus. Pode ser sintoma de herpes genital, que dão sensibilidade de um lado do corpo, normalmente na cintura, queimação atrás da coxa, etc. Seu teste é confiável, mas deve fazer testes de DSTs também. Se no decorrer dos dias tiver íngua de um lado da virilha e coceira na cintura, será confirmado o herpes genital.

  124. Breno disse:

    Dr.,

    Boa tarde! Desde janeiro que tenho vivido com um certo desespero. Tive um relacionamento de risco em outubro/2012 (a camisinha estourou). Em janeiro/2013 fiz exame de sangue de rotina, incluído entre os pedidos do médico o HIV. Para minha surpresa e desespero o resultado foi POSITIVO tanto pelo método Quimioluminescência quanto o segundo método utilizado Wester Blot. Na data da entrega do resultado o laboratório coletou uma segunda amostra e refez o teste pelo método Quimioluminescência. Para meu alívio deu NEGATIVO. Nas duas semanas seguintes fiz mais dois testes, inclusive em outro laboratório, todos pelo método Quimioluminescência e ambos deram NEGATIVO. Todavia, tanto o médico quanto o laboratório não souberam explicar o motivo daqueles dois testes iniciais positivos. O Doutor faz ideia do que pode ter acontecido? Já viu algum caso parecido? Eu ainda devo me preocupar? Obrigado!

  125. joao de sousa disse:

    extremamente interessante e educativo, que Deus nos abençoe.

  126. Solano disse:

    Sou HIV+ e faço TARV há 14 anos. Desde os 4 meses de tratamento que meus exames de carga viral sempre davam >50 cópias/mL; Recentemente, fiz o exame Abbott RealTime e deu “Não detectado”. O que isso significa?

    • Acompanhado de uma boa saúde, significa que os remédios estão sendo eficientes. As últimas tecnologias de medicamentos normalmente deixam os níveis indetectáveis de cópias mesmo. É um fato muito bom esse.

  127. Johnny disse:

    Primeiro parabéns pelo blog. Eu gostaria de saber se ter relações sexuais com a parceira sem preservativo pode interferir nos testes? Eu caí na burrice de trair minha mulher depois de uma discução em casa, então fui beber com um amigo e encontrei uma menina que eu conhecia há tempos, mais fazia tempo que não via ela, então acabei ficando com ela, ela fez relação oral em mim e nos beijamos umas 4 vezes, pode pegar essa doença dessa forma? Eu dão diz nela não. depois disso tivemos relação sexual com camisinha. No outro dia meu amigo que estava comigo no dia disse que um amigo dele tinha dito pra ele que ela tinha o vírus hiv, fiquei desesperado contei logo pra minha mulher todo o acontecido. No dia que meu amigo contou ou fui na casa dessa menina e ela disse que não tinha isso, depois eu perguntei pra uma irmã dela e pra mãe dela e elas me disseram o mesmo, a mãe dela falou até em processo mais eu expliquei pra ela que eu estava desesperado. Eu fiz um teste pelo hospital com 4 meses e 18 dias e deu não reagente. O problema foi que em setembro eu fui por conta própria tomar uns comprimidos para pano branco que eu tinha, alguns mas costas. E depois disso começou meu desespero eu comecei a sentir fortes dores no estômago até aí tudo bem o problema foi depois comecei a sentir dores articulares, aí começou meu maior desespero quando comecei a ler na net sobre o que poderia ser, emagreci 4k pq não sentia mais fome tava mal, cansaço fadiga, então fui em uma clínica particular e fiz outro exame com quase 8 meses depois do acontecido esse era mais completo. PESQUISA SIMULTÂNEA DE ANTIGENO P24 E ANTICORPOS PARA HIV 1 INCLUINDO CLASSES .(M E O) E HIV 2, TAMBÉM DEU NÃO REAGENTE. MINHA PREOCUPAÇÃO FOI COM ESSE TAL ÍNDICE DA AMOSTRA QUE DEU 0,266. FAZIA 5 DIAS QUE EU HAVIA PARADO DE TOMAR OS COMPRIMIDOS O TAL CETOCONAZOL, EU LI A BULA DELE DEZENAS DE VEZES E VI QUE PODE OFENDER O FÍGADO, JÁ PASSADO QUASE TRÊS MESES E AINDA ESTOU COM MUITO DESCONFORTO ABDOMINAL AS VEZES DIARRÉIA E UNS PONTINHOS VERMELHOS APARECERAM NOS MEU BRAÇOS E COSTAS E ALGUMAS MICRO ERUPÇÕES DOLOROSAS NA PARTE DE CIMA DA MINHA MÃO. MINHA MULHER DIZ QUE EU PRECISO DE UM PSIQUIATRA PQ ESTOU MEIO MALUCO SEI LÁ. A VERDADE É QUE ESSES TRÊS MESES ESSE FANTASMA DO MEDO ME PERTURBA. ENTÃO QUERIA SABER SE VOCÊ ACHA QUE TER TIDO RELAÇÕES COM MINHA MULHER PODEM TER INTERFERIDO NOS RESULTADOS? SERÁ QUE PRECISO FAZER OUTRO? OU SERÁ QUE PODE SER POR ESSES COMPRIMIDOS QUE TOMEI? AINDA SINTO DESCONFORTO NO INTESTINO E AS VEZES DIARRÉIA SEM FALAR QUE MEU INTESTINO FICA SEMPRE DANDO EMBRULHO, RONCANDO E SINTO DORES DE BARRIGA, ANTES DOS COMPRIMIDOS EU NÃO SENTIA NADA DISSO, ME ARREPENDO MUITO DE TER TRAÍDO MINHA MULHER E DE TER TOMADO ESSES COMPRIMIDOS, POR DECISÃO MINHA SÓ TEMOS RELAÇÕES AGORA COM CAMISINHA, ESTOU MESMO DESESPERADO NEM CONSIGO RACIOCINAR DIREITO, POR TRÊS MESES. POR FAVOR ME RESPONDE. E DESCULPA POR TER ESCRITO TANTA COISA. OBG ABRAÇO.

    • Com os testes que já possui, já deveria ter encerrado faz tempo a preocupação com HIV. Os sintomas que está tendo podem ser psicológicos. Você está misturando a culpa da relação extra-conjugal com HIV, e um não tem nada a ver com o outro. Encerre de vez a preocupação com o HIV, e se não conseguir, procure um psiquiatra, pois seus sintomas são de TOC, muito comuns em pessoas que passam por situações de risco.

  128. flavio disse:

    fiz um exame de hiv rapido no cta cerca de 80 dias apos as relações de risco que foram varias mais com a mesma mulher cerca de 6 meses graças a deus deu negativo depois ainda preocupado voltei e fiz outro no mesmo cta com 5 meses e graças a deus negativo denovo sera que posso ficar tranquilo fiz um tratamento com antibiotico para combater h pilory uma bacteria no estomago e ja no segundo dia de remedios minha boca estava cheia de feridas agora ja vai fazer uma semana que acabei o tratamento de 7 dias e minha boca esta aspera na gengiva e to cheio de aftas na lingua e me deu boqueira tambem e uns carocinhos na boca abaixo dos labios estou tb com pedacinhos de pele soltas embaixo da lingua sera que devo me preocupar

  129. Johnny disse:

    Obrigado por me responder doutor Agnaldo. eu estou aguardando meu médico voltar de férias pra mim comentar todo o acontecido pra ele, apesar de ter sido ele o médico que eu pedi pra passar o primeiro exame rsrs, e eu já ter mostrado pra ele, apenas o primeiro. Eu até pedi a minha mulher que fizesse um também, e ela fez e deu também NÃO REAGENTE, graças a deus. Mais assim a minha única dúvida em questão é, se ter relações com a parceira fixa, apenas com ela. Poucos dias antes do teste, se isso atrapalharia o resultado do exame? Levando em conta que minha preocupação foi com a relação oral de 10 meses atrás quando eu traí minha mulher, onde eu apenas recebi o sexo oral, não prátiquei nela. Eu queria saber se eu tenho que esperar por essa janela imunológica, após ter tido relação com minha mulher sem preservativo? Eu estou com quase três meses tendo relações com ela apenas com preservativo justamente pra fazer um outro teste, no caso o terceiro com 10 meses após o ato onde eu traí. Não entendo bem a janela imunológica para esse caso, pq eu li em um site que manter relações sexuais com parceiro fixo, sem preservativos pouco dias antes do teste pode fazer com que o teste apresente resultados erroneos. Por isso estou esperando completar os três meses. Bom doutor Agnaldo me perdoe por estar mais uma vez tomando o tempo do senhor, mesmo após ter me respondido a primeira questão. Deus abençoe o senhor, muito obrigado.

  130. mario disse:

    gostei do site

  131. John disse:

    Li, prestei a atenção em todo o post, ha 60 dias atras tomei o pep mas hoje eu irresponsavelmente fiz sexo sem camisinha (oral receptivo sem presença de semen e anal insertivo) realizei antes dois testes do tipo trd e deu negativo nos dois (um em agosto e outro em setembro), a medica pediu mais dois um com 90 dias e outro com 120 dias gostaria de saber se devo fazer o teste 90 dias contatos a partir dessa reexposiçao ou devo seguir normalmente a data estipulada prevista para dez de 2014 sendo que essa pessoa me garantiu que não tem perigo, pois nunca se relacionou sem camisinha e que comigo foi uma exceção.

  132. Victor Silva disse:

    Muito obrigado mesmo, Agnaldo!! Foi de grande ajuda!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: